sexta-feira, 10 de agosto de 2018

SESC PIRACICABA - BIENAL NAÏFS DO BRASIL 2018 - 17.08.18


SESC PIRACICABA INAUGURA 14ª BIENAL NAÏFS DO BRASIL   

Sob o título “Daquilo que Escapa”, a edição 2018 apresenta bordados, desenhos, esculturas, gravuras, pinturas, vídeos, entre outros 

Após receber 583 inscrições, provenientes de diversos estados do país, a mostra seleciona 107 naïfs brasileiros e expõe mais de 200 trabalhos 

Sesc Piracicaba inaugura a 14ª edição da Bienal Naïfs do Brasil, sob o título "Daquilo que Escapa", com curadoria de Armando QueirozJuliana Okuda Ricardo Resende. Composta por bordados, desenhos, esculturas, gravuras, pinturas, vídeos, entre outras técnicas, produzidas por 121 artistas (107 selecionados e 14 convidados), de 21 estados do país, a Bienal se reafirma como maior evento de arte naïf do país, destacando peças que simbolizam não apenas a infinidade de relações do homem com a fauna, a flora, com o sagrado e o religioso, mas também o caráter transgressor e insubordinado do artista naïf, sua visão crítica, engajamento e resistência. Dentre os 107 selecionados, 4 artistas recebem o prêmio “Destaque-Aquisição” - seus trabalhos passam a integrar o Acervo Sesc de Arte Brasileira -, 5 são premiados na categoria “Incentivo”, além de 4 “Menções Especiais”, sendo o júri de Premiação composto por Armando Queiroz, Fabiana Delboni e Moacir dos Anjos. 

Para a Bienal Naïfs do Brasil 2018, a comissão curatorial ressalta a impossibilidade de exaurir a complexidade das vidas e das obras de todos os artistas que demonstraram interesse em participar, ou mesmo dos que foram escolhidos e convidados a expor. “A ingenuidade como forma de respeito, ao adentrar a casa de alguém, um pedido de licença para abordar qualquer aspecto que não nos pertença. Foram muitas visitas às casas ateliês num desejo explícito da curadoria de conhecer a ambiência de vida e criação desses artistas”, comentam Armando QueirozJuliana Okuda Ricardo Resende sobre o processo de seleção e montagem da exposição. Baseados no que viram e ouviram, os curadores desta Bienal partem da proximidade com os artistas, de forma colaborativa, para a composição da mostra: “Dar conta e refletir sobre a realidade da produção desses artistas e suas múltiplas possibilidades de contextualização junto aos temas contemporâneos da arte e da sociedade. (...) O que se quer é estar juntos, pensar juntos. São os artistas que nos dizem ser Naïfs”.        








Sinésio Brandão, "Festa para Iemanjá" (2017)









Evento: 14ª Bienal Naïfs do Brasil - “Daquilo que Escapa 
Curadoria: Armando Queiroz, Juliana Okuda e Ricardo Resende 
Júri de Premiação: Armando Queiroz, Fabiana Delboni e Moacir dos Anjos  
Abertura: 17 de agosto de 2018, sexta-feira, às 20h 
Período: 18 de agosto a 25 de novembro de 2018 
Local: Sesc Piracicaba – www.sescsp.org.br/piracicaba 
Endereço: R. Ipiranga, 155 - Centro, Piracicaba – SP 
Horários: Terça a sexta-feira, das 13h30 às 21h30 | Sábado e domingo, das 9h30 às 18h 
Tel.: (19) 3437-9286 / 0800 771 6243

Nenhum comentário:

Maurizio Cattelan

Maurizio Cattelan
Now