quarta-feira, 18 de julho de 2018

Terra Fértil - Ana Göbel na Aliança Francesa, BH



ÚLTIMA SEMANA DA EXPOSIÇÃO “TERRA FÉRTIL”,
DA ARTISTA PLÁSTICA ANNA GÖBEL, NA ALIANÇA FRANCESA BH
VINCULADA À ARTE SOCIAL, A MOSTRA SENSIBILIZA O VISITANTE PARA A
IMPORTÂNCIA DA DIVERSIDADE E DA INTEGRAÇÃO DO SER




Aliança Francesa Belo Horizonte encerra nesta quinta, 19 de julho a exposição “Terra Fértil”, da artista plástica Anna Göbel. A mostra é o terceiro evento da programação anual da galeria Georges Vincent, que terá mais cinco exposições ao longo do ano. No finissage, também no dia 19, às 19h, a artista irá exibir o audiovisual “O poder da cor”, em que retrata sensações coletivas da rua.
Com forte veia social, “Terra Fértil” é uma instalação composta por nove painéis de gravuras, desenhos e projeções que propõem sensibilizar e envolver o espectador para a potência do ser humano e sua ação no mundo, capaz de transformar processos de conflitos em soluções transformadoras. Para isso, Anna Göbel trabalha com materiais do cotidiano, como acetato, papelão, vinil, lonas, restos de EVA, látex e betume. A miscelânea resulta em uma arte inclusiva e criativa, repleta de sombras, sulcos e matrizes, em que gravuras em preto e branco transitam até a chegada das cores.
“Esta obra é uma síntese no tempo, frutos dos meus últimos dez anos. Ela tem com foco o ser humano e a natureza, com forte dimensão espiritual”, destaca Anna Göbel. Outro mote de “Terra Fértil” é a diversidade, em uma metáfora com a agricultura. “Quanto mais diversos são os elementos, mais rico será o solo – o extremo seria a monocultura, que empobrece o campo. Assim é com os seres humanos: somos férteis a partir do momento em que cada um expressa sua verdadeira essência, sua cerne”, expressa ela. Nesse sentido, um dos painéis em papelão, homenageia a vereadora Marielle Franco, assassinada há três meses no Rio e que, segundo a artista, representa um pouco do caminho da pluralidade.
Concatenada à exposição da Aliança Francesa, Anna realizou uma intervenção urbana, em 30 de junho, no cruzamento entre as ruas Antônio de Albuquerque e Levindo Lopes, chamada de “Esquina da Paz”, vizinha à seda da instituição, em parceria com o projeto Savassi Criativa e com a participação coletiva dos moradores. “Acredito que a transformação vem por meio do social, daquilo que realmente toca as pessoas”, finaliza.

Sobre a artista
Nascida na Espanha, mas criada entre a Argentina e a Alemanha, seu país de origem, Anna Göbel é artista plástica, escritora, ilustradora e professora. É formada em Artes Plásticas pela Universidade de Belas Artes de Buenos Aires e vive no Brasil desde 1995. Participou de mais de 50 exposições individuais e coletivas no Brasil, na Alemanha, na Argentina, no Chile e na Finlândia, com trabalhos de xilogravuras, pinturas, instalações e murais. Publicou 15 livros autorais e ilustrou livros de diversos autores brasileiros.  Há mais de 20 anos, a performer trabalha com o retroprojetor, ferramenta que utiliza para tecer artes interativas que dialogam com outras linguagens artísticas. Professora especializada na pedagogia Waldorf, realiza trabalhos educativos e sociais em comunidades rurais e indígenas brasileiras e intervenções artísticas urbanas, que, na maioria das vezes, inclui trabalhos coletivos e em parceria com centros de educação e saúde, associações e projetos sociais.

sombras_red_foto_Valeria Ramos  Terra Imagem.

Foto_Valeria Ramos  Terra Imagem.

Esquina da paz.







SERVIÇO:
Exposição Terra Fértil, de Anna Göbel
Horários: de segunda a quinta, das 7h30 às 20h15
Encerramento/finissage: quinta, 19 de julho, às 19h, com o audiovisual “O poder da cor”
Local: Aliança Francesa Belo Horizonte (rua Tomé de Souza, 1.418, Savassi)
Entrada gratuita

Mais informações: (31) 3291-5187

Nenhum comentário:

Maurizio Cattelan

Maurizio Cattelan
Now