quarta-feira, 4 de julho de 2018

Janaina Mello Landini na Fondation Carmignac e Felipe Seixas na Royal Academy of Arts


Janaina Mello Landini na Fondation Carmignac
​Felipe Seixas na Royal Academy of Arts
Janaina Mello Landini na Fondation Carmignac
Ilha de Porquerolles, França
A instalação "Ciclotrama 50 (wind)" (2018), da artista Janaina Mello Landini, passa a fazer parte da coleção da Fondation Carmignac, na França. O trabalho está na exposição de longa duração que inaugurou a sede da instituição, na Ilha de Porquerolles.
"Sea of Desire", com curadoria de Dieter Buchhart, apresenta um recorte desta coleção criada há 27 anos por Edouard Carmignac. A proposta é estabelecer diálogos entre as produções de artistas icônicos - como Sandro Botticelli, Andy Warhol, Jean-Michel Basquiat, Roy Lichtenstein, Gerhard Richter, Andreas Gursky, Keith Haring, Martial Raysse - e a de nomes emergentes - como Jeppe Hein, Olaf Breuning e Jean Denant.

Feitos com cordas que se desmembram gradativamente até suas espessuras mínimas, os trabalhos da série "Ciclotrama" partem da pesquisa da artista sobre os rizomas, espécie de raiz que cresce de forma horizontal e indefinida. A ideia principal de Janaina Mello Landini é desenvolver o raciocínio de um desenho espacial através da experiência de força e tensão física entre os fios, dispondo da distribuição das cargas recebidas por cada um deles, apontando para a infinita interconectividade e interdependência das trajetórias individuais no sistema como um todo.

A imagem em destaque é um detalhe da instalação. Clique aqui para mais informações.

Sea of Desire - Fondation Carmignac​
2 de junho a 4 de novembro de 2018
Ilha de Porquerolles, França
Felipe Seixas na Royal Academy of Arts
Londres, Inglaterra
Entre nomes como Anish Kapoor, Anselm Kiefer, Bruce Nauman, Bill Viola, David Hockney e Marina Abramović, o artista Felipe Seixas participa da grande exposição coletiva que comemora os 250 anos da Royal Academy of Arts, em Londres.

"250th Summer Exhibition" fica em cartaz até agosto a foi construída a partir do tema "Art made now", mesclando grandes nomes e jovens artistas. Entre os membros do comitê de seleção deste ano estavam Phyllida Barlow, que assinou o pavilhão britânico na última Bienal de Veneza, Cornelia Parker e Tom Phillips. Grayson Perry foi o responsável pela coordenação da mostra.
Felipe Seixas exibe o trabalho "Transição" (2017; na imagem), que explora a relação entre o material e o imaterial na construção da forma.

Clique aqui para mais informações.

250th Summer Exhibition - Royal Academy of Arts
12 de junho a 19 de agosto de 2018
Londres, Inglaterra

Nenhum comentário:

Maurizio Cattelan

Maurizio Cattelan
Now