quinta-feira, 12 de julho de 2018

IPANEMA DREAMS DOIS ARTISTAS EM VOO LIVRE Jorge M Borelli e Ronaldo Torquato



IPANEMA DREAMS
DOIS ARTISTAS EM VOO LIVRE
Dizem que um sonho se torna realidade quando os astros conspiram a favor.  E mais, quando é desejo compartilhado por dois artistas que voam com liberdade pelo mundo da criação: JORGE M. BORELLI e RONALDO TORQUATO!
Ambos já percorreram longos caminhos em suas trajetórias artísticas, experimentando, inovando, na busca instigadora tão própria da criação libertária e dos que não se acomodam com o que já produziram, por vezes antecipando-se a seu tempo. Criam arte que surpreende o olhar mais educado ou o que pensa nada mais ter a acrescentar ao já visto. Esta é a magia que flui da produção desses dois artistas, que vai além de uma temporalidade às vezes já desgastada: surpreender, instigar, emocionar!
BORELLI e suas criações


Na exposição que a MBlois Galeria tem a satisfação de apresentar, Borelli nos traz um novo universo de expressão que tão bem domina, mestre que é na artecnologia digital, expressão que ele mesmo criou para denominar seu trabalho. Ele usa e traz do mundo digital novas formas de transmitir emoção e beleza.
No conjunto de sua extensa obra, não tem a pretensão de substituir a pintura por algo cibernético e intermediado por recursos simplesmente advindos da tecnologia. Como criador que é, extrai das novas ferramentas que domina, perspectivas singulares para que o outro diante de seu trabalho, simplesmente vivencie uma poética com figuras limpas, outras que se entrelaçam. Traz, assim, aos apreciadores da arte contemporânea um viés realmente único, novas formas de expressão que surpreendem na composição e em seus elementos, ao injetar harmonias de cor e forma no inesgotável universo de sua criação artística.
TORQUATO e suas criações


Um crítico do mundo, o mundo em suas obras! Este é o ponto de partida para estar diante da obra deste artista pop, que retrata com sua sensibilidade afiada o dia-a-dia, as figuras que estão no cotidiano das calçadas e dos espaços públicos, seja no bairro que tão bem conhece - IPANEMA- seja por cidades tão diversas por onde andou por aí.
Toalhas e guardanapos de bares e restaurantes serviram de suporte à sua criação, colecionada e disputada por amigos e admiradores. Ele traz a cena viva desenhada com liberdade, sem escapar do olhar crítico de quem a eternizou na simplicidade do papel, agora não mais descartável porque espaço de arte.
Não importa o suporte que usa - tela, madeira, papel ou o que lhe esteja à mão – porque está em cada detalhe o que tão bem diferencia seu desenho. Na cena que retrata, na crítica clara ou velada do seu tempo, pode-se sentir a alma do artista inquieto e plural.
Torquato está aqui à sua frente, em suas apreensões de retalhos da vida que encontra por onde passa, para serem apreciados, penetrados e, por certo, inquietar quem se posta diante de sua obra tão enigmática e contemporânea.


Nenhum comentário:

Maurizio Cattelan

Maurizio Cattelan
Now