sexta-feira, 27 de abril de 2018

cAsA Memória do Filme - Eustáquio Neves.


cAsA – OBRA SOBRE PAPEL ABRE A EXPOSIÇÃO “MEMÓRIA DO FILME”,
COM OBRAS INÉDITAS DO RENOMADO FOTÓGRAFO EUSTÁQUIO NEVES
INAUGURAÇÃO SERÁ NO DIA 25 DE ABRIL, ÀS 20H

Com trabalhos inéditos do respeitado fotógrafo Eustáquio Neves, a cAsA – Obras Sobre Papelabre a exposição “Memória do Filme”, no dia 25 de abril, a partir das 20h. A individual traz recortes de diferentes momentos da carreira do artista, com obras que fazem parte das consagradas séries “Futebol” (1997-98), “Objetização do corpo” (1999), “Máscara de punição” (2004) e “Dead horse” (2008). Já os trabalhos de “Memória do filme” foram produzidos em 2018 e serão exibidos pela primeira vez.
Com 30 anos de carreira, mais de 40 mostras pelo mundo e importantes premiações, o mineiro Eustáquio Neves não expõe em Belo Horizonte desde 2002. Suas imagens têm como característica marcante a manipulação dos negativos e as interferências gráficas a partir de registros feitos pela câmera. Em suas composições, altamente experimentais, o artista subverte a imagem capturada e constrói camadas de significado, evocando temas relacionados à memória, corpo, identidade e preconceito.
"Os trabalhos abordam críticas sociais, como na série ‘Objetização do corpo’ em que falo sobre o corpo da mulher como objeto e as fotografias ganham um tratamento parecido com o lambe-lambe. Também costumo tocar na questão negra, em ‘Máscara de punição’ eu uso um retrato da minha mãe. Mas falo sobre futebol e cinema. Meu trabalho é sempre autobiográfico”, afirma o artista.
Com o cinema como referência frequente, Eustáquio usa a imagem expandida e constrói uma narrativa dentro de um plano. “Nesta série inédita, percebo que já me sinto maduro o suficiente para ‘minimalizar’ o meu trabalho. Trato o filme de uma ‘forma errada’, uma maneira que ele não foi feito para ser usado. Em outras palavras, dou uma canseira no filme, e o que sobra é o resultado final da imagem que será exposta. Trago também algumas matrizes do meu acervo, que nunca saíram da minha casa. Então o visitante poderá ver alguns dos processos de quem ainda trabalha com filme”, conta.
Eustáquio Neves é reconhecido como um dos grandes nomes da fotografia no Brasil. Entre os prêmios que recebeu estão o VII Prêmio Marc Ferrez de Fotografia, da Funarte RJ; o Prêmio Nacional de Fotografia, Funarte; o Grande Prêmio J.P. Morgan de Fotografia; Prêmio Residência Videobrasil WBK Vrije Academie, Holanda (2007), entre outros.
“Fui visitar a cAsA – Obras Sobre Papel recentemente e adorei conhecer sua história. Para mim é fundamental ter um espaço que pensa o papel como arte. Ter a fotografia dividindo esse mesmo espaço é muito importante. Um lugar como este me desperta a vontade de expor, e em Minas – a minha casa – será ótimo”, completa Eustáquio Neves.







 EUSTÁQUIO NEVES fotógrafo e videoartista autodidata nascido em Juatuba Minas Gerais, graduado em química em 1980. Vive atualmente em Diamantina/ MG, Brasil.
A partir de 1989, pesquisa e desenvolve técnicas alternativas e multidisciplinares, manipulando negativos e cópias. Nos últimos cinco anos tem pesquisado as mídias eletrônicas incluindo a sequência e o movimento. Entre outras linhas de interesse aborda temáticas relativas à identidade e a memória da cultura afrodescendente com trabalhos de corte social e crítico, que muita às vezes nos leva a diversos níveis de leituras.
Seu trabalho vem sendo amplamente divulgado em várias mostras no Brasil, exterior e tem recebido prêmios e a consagração do público e da crítica.
Atividades recentes:
2015 Exposição - Cartas ao Mar - FOTORIO/ RJ
2014 Terceira Bienal da Bahia/ Salvador
2013 PHOTO ESPANHA/ BRASIL SESC CONSOLAÇÃO/ SP;
2013 III Fórum Latino-Americano de Fotografia/ São Paulo; 
2013 AFRO-BRASIL, Fotografia Brasileira IFA Galerie/ Stuttgart/ German;
2012 Mythologies: Brazilian Contemporary Photography - Shiseido Gallery - Tokio/ Japão;
2012 Dragão do Mar - Fortaleza/ Ce
2011 Langhans Galerie Praha- Prague, Republica Czech;
2010 Exposição Festival Mundial das Artes e Cultura Negra – Dakar/ Senegal; 
2009 Ministrou – Video Workshop “Linha Imaginária”, Lagos Nigéria;
2009 Ministrou Workshop de video apartir de fotografias no 1° SP Photofest, SP; 
2007-2008 Dirigiu o Documentário “Caxamorra” de Lilian Aparecida Oliveira, contemplado no edital do FILME EM MINAS.
Mostras Individuais
2008 – Mozambique Triangle Workshop, Moçambique/ África;
2008 – Projeto “Madrid Mirada”, Madri/ Espanha;
2007- C International Photo Magazine, Exhib., Phillips de Pury & Company, NY;                                                                                                                                     
2007 - 16º Festival de Mídia Eletrônica, Video Brasil SESC, SP;
2007 - Paraty em Foco, 24 – 30 outubro, Galeria Zoom, Paraty/ RJ.
2007 - ENCONTRO ENTRE DOS MARES. BIENAL DE SÃO PAULO/ VALENCIA,
           FUNDACIÓN DE LA C.V BIENAL DE LAS ARTES
2006 - Exposição “OUTROS NAVIOS”, FNAC Brasília, DF;
           Exposição “OUTROS NAVIOS”, FNAC Curitiba, RJ;
           Exposição “OUTROS NAVIOS”, FNAC Curitiba, PA;
2005  Exposição "OUTROS NAVIOS" - FNAC, São Paulo.
2005 I Mostra Pan_Africana de Arte Contemporânea, Vídeo Instalação, Salvador/ Bahia;
         Mapas Abiertos – AMOS ANDERSON ART MUSEUM, Finlândia;
2004 Objetização do Corpo – Galeria Maria, Diamantina, MG;
         Photofesta 2004 Maputo, II Encontro Internacional de Fotografia/ África;
         Mostra Prêmio Porto Seguro de Fotografia 2004, São Paulo;
2003  5° Rencontres de la Photographie Africaine, Bamako – Mali, Africa;
2002 Traslado do Corpo, Centro Cultural da UFMG, BHZ/ MG;
        "Memórias", Centre Régional de la Photographie - Nord pas de Calais/ França;
2001 Galeria Espaço Imagem & Forma/ NAFOTO, São Paulo;
2000  Sicardi Gallery, Houston/ Texas;
1999  Museu do Ceará, Fortaleza/ Ceará;
1998  Fotofest, Seventh International Month of Photography, Houston/ TX;
        “Autograph”, Observatório, Recife/ PE;
1997  Lo Individuo y su Memoria, VI bienal de Havana, Cuba;
1996  Dia Nacional da Consciência Negra, Pinacoteca do Estado de  S. Paulo;
1995 “Fotofagia”, Galeria de Arte da Universidade Federal de Niterói;
          “Fotofagia”, Galeria de Fotografia da Funarte, Rio de Janeiro;
          “Black Maria”, Instalação Fotográfica, Belo Horizonte, Minas Gerais;
1994 “O Construtor”, Itaú Galeria, Goiânia/ GO;
1992 “O Homem e o seu Meio Ambiente”, Palácio das Artes, Minas Gerais;
1991 Galeria de Arte do ICBEU, Minas Gerais;
          ETFOP Galeria de Arte de Ouro Preto, Ouro Preto, Minas Gerais.
Mostras coletivas
2008 – IDENTIDADES CONTRAPOSTAS – Instituto Tomie Ohtake, SP;
2007 - Cidadania... Brasileiros – Centro Cultural de São Paulo, SP;
2006 - C International Photo Magazine, FNAC L´Llla, Barcelona/ Espanha;
Exposição C International Photo Magazine, Moscow House of Phtography, The Sixth International Photography Month in Moscow;  
2005 – Exposição- Revista C PHOTO MAGAZINE, Yvory Press, Londres;
2005 - Itinerância da Mostra MAPAS ABIERTOS
Fototeca de Nuevo León, Monterrey, México;
http://www.fotografosdenuevoleon.com.mx/primero.html;
Amos Anderson Museum, Helsinki, Finlandia;
Sala de exposiciones de la Ciudadela. Pamplona;
Fundación Telefónica. Santiago de Chile;
Auditorio de Galicia. Santiago de Compostela, www.auditoriodegalicia.org/;
Bienal Fotonoviembre. Centro de fotografía Isla de Tenerife;
2004 - Centro de la imagen. Ciudad de México;
Museo de Arte Zapopan. Guadalajara. México.


2004  Mapas Abiertos – Fotografia Latinoamericana 1991-2002,

         exposições simultâneas- Palau  de la Virreina/ Barcelona e Fudación Telefónica/ Madrid;

2003 Ordenação e Vertigem - Centro Cultural Banco do Brasil, S. Paulo;

          Labirinto e identidade- Fotografia no Brasil 1945- 1998, CENTRO

          UNIVERSITÁRIO DA USP, MARIANTONIA, São Paulo;

          Calcio del Rigore - Instituto Italo-Latino Americano, Roma/ Italia;   

2002 Mundos Creados - Noorderlicht Fotomanifestatie Friesland/ Holanda;

2001 Espaço Cultural Contemporâneo Venâncio, (ECCO), Brasilia/ DF;

          Memória do Corpo - Galeria do Centro de Artes da Funarte, RJ;

2000  Latin American Photographs, New Viewpoints: The University of Texas at San Antonio,

          Visual Arts Gallery Presents/ TX;

          “Mostra do Redescobrimento Brasil+500”, Pinacoteca do Estado de S. Paulo;

          “Brazilian Photography 1946-1998, Labyrinth and Identities”, Fundação Dr. Antonio

           Cupertino de Miranda, Porto/ Portugal;

           Possíveis imagens: fotografia contemporânea, VI Semana de Arte de               Londrina/ PR;                                                                                                                       

1999  “Fotografia de la Esperanza”, Benham Studio Gallery, Seattle/ Washington;

          “Elogio de la Pasion”, Círculo de Bellas Artes, (PHE99), Madrid/ Espanha;

          “Brazilian Photography 1946-1998 Labyrinth and Identities”, Kunstmuseum    Wolfsburg/ Alemanha;                     

          “Latin Americana”, Spaziofoto, Milano/ Itália;

          “Realmaravilloso” Centro culturale Cascina Grande, Milano/ Itália;

          “Prêmio J. P. Morgan de Fotografia”, Museu de Arte Moderna de S. Paulo;

1998 “Jogadas: Conduites de Balle,  Galleria Fuji, S. Paulo;

          “Jogadas: Conduites de Balle, Regional Centre Regional de la Photographie Nord Pas-de - Calais/ França;

            II Bienal Internacional de Fotografia de Curitiba;

          “Antologia da Fotografia Africana e a Diáspora”, Pinacoteca do Estado de S. Paulo;

          “Antologia da Fotografia Africana e a Diáspora”, Maison Europeenne Photographie/França;

1997 II Bienal Do Tokyo Metropolitan Museum of Photography/ Japão

           Mostra retrospectiva da Coleção Pirelli/Masp, Museu de Arte de S. Paulo;

          “Realmaravilloso” Festival de Fotografia, Cinema e Literatura, Prato/ Itália;

           Arte e Religiosidade no Brasil, Pinacoteca do Estado de S. Paulo;

1996  “Novas Travessias: New Directions in Brazilian Photography, The Photography Gallery, Londres;

           Mostra da VI edição da Coleção PIRELLI/MASP de Fotografia, S. Paulo;

1995 “Velaturas” XXVII Festival de Inverno da Universidade Federal de Minas Ge

SERVIÇO:
Abertura: 25 de abril, às 20h | Entrada gratuita mediante envio do nome completo paracontato@obrasobrepapel.com.br.
Visitação: de 26 de abril a 30 de junho | Entrada franca
De segunda a sexta, das 10h às 19h. Aos sábados de 10h às 14h.
Local: cAsA - Obras Sobre Papel (Av. Brasil 75 - Sta. Efigênia).
Informações: (31) 2534-0899

Sobre a cAsA - Obras Sobre Papel
 A cAsA – Obras Sobre Papel, inaugurada em Belo Horizonte em 2015, tem como princípio abrir suas portas para a realização de exposições, encontros, discussão de ideias e promoção da arte sobre papel em todas as suas manifestações, sobretudo a gravura.
O espaço preenche uma lacuna existente na capital mineira em relação à técnica, com o objetivo de gerar um crescimento da circulação de gravuras, desenhos, aquarelas, fotografias - sedimentar este mercado, valorizando esta cultura, trazendo mostras e novas experiências artísticas.
Em seu expressivo acervo, obras de representativos nomes que fizeram história como Goeldi, Abelardo da Hora, Iberê Camargo, Erick Demazieres, Salvador Dali e Picasso.

Nenhum comentário:

Maurizio Cattelan

Maurizio Cattelan
Now