sexta-feira, 23 de março de 2018

Desver da Arte Curador: Ricardo Resende com Sani Guerra


A palavra de ordem é diversificar. É com este espírito que a Emmathomas Galeria reabre suas portas no dia 10 de abril, em pleno Gallery Night, nos Jardins. Sob a gestão do artista, colecionador e empresário Marcos Amaro e direção artística do curador Ricardo Resende, a galeria volta ao mercado de arte com uma proposta mais ousada e inovadora, rompendo amarras e apresentando ao público um corpo de artistas diverso.
“Queremos transformar o mercado e trazer um conceito inovador de galeria no Brasil. A Emmathomas renasce com a missão de implementar uma nova estratégia de levar a arte para os colecionadores e o público, aproximando-os mais ainda dos artistas. Uma galeria com as portas abertas”, afirma Marcos Amaro.
Para a inauguração de sua nova sede, localizada na Alameda Franca, 1054, no coração dos Jardins, a casa promove uma festa no circuito Gallery Night que antecede a SP-Arte – Festival Internacional de Arte de São Paulo e apresenta Desver a Arte, mostra que reúne trabalhos das mais variadas linguagens, fruto da produção mais recente de seus artistas.
Ao lado do já consolidado pintor e escultor Gilberto Salvador, por exemplo, Mundano, um dos grafiteiros mais atuantes da cidade de São Paulo. Às delicadas esculturas e cerâmicas da japonesa Kimi Nii, somam-se os objetos imbuídos de narrativa surrealista do paulistano Hugo Curti. Os ambientes e as pinturas realistas em três dimensões de Alan Fontes, contrapõe-se às telas de atmosfera fantástica de Sani Guerra.
“De gerações diferentes, de diversas linhagens, vertentes e suportes, são artistas com interesses também incomuns. A galeria ousa mostrar essas diferenças experimentais plásticas e poéticas de cada um dessa família artística, características que se faz visível na diversidade do que é visto na arte contemporânea”, afirma Ricardo Resende, que assina a curadoria da coletiva.
No total, são 16 os artistas representados. Além dos já citados, Alex Flemming, Armando Prado, Carl Emanuel Wolff, Carlos Mélo, Francisco Klinger Carvalho, Isabelle Borges, Jens Hausmann, Katia Salvany, Marcia Grostein e Paula Klien.
O espaço
O projeto de arquitetura do novo espaço da Emmathomas é assinado por Pedro Mendes da Rocha, arquiteto formado pela Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Universidade de São Paulo (FAU-USP), e responsável pelos projetos das exposições da Bienal Internacional de Arquitetura de São Paulo nos anos de 2003 e 2005. Pedro também venceu o concurso do Sesc Limeira em 2017.
História
Fundada em 2006, a galeria Emma Thomas nasce como um espaço experimental e alternativo, focado em arte contemporânea. Ao longo de seus primeiros dez anos, mais de 200 artistas e projetos passaram pela galeria, que se estabeleceu como uma das mais ousadas do cenário brasileiro.
Em agosto de 2017, o artista, colecionador e empresário Marcos Amaro compra a galeria e logo a rebatiza como Emmathomas. Como proprietário da galeria, Marcos soma sua experiência enquanto empresário visionário e bem-sucedido à sua sensibilidade artística. “Neste caso, ser um artista me faz compreender todas as etapas do processo: da ideia para a criação de uma obra a todo o trabalho que deve ser empreendido para que ela chegue às mãos de um colecionador”, afirma.
Nesse sentido, a nova direção toma como objetivo estabelecer laços afetivos e criativos entre as pessoas, oferecendo um serviço dedicado, atencioso e qualificado a artistas, colecionadores e o público, de maneira mais instigante.

Sani Guerra



Serviço:
Desver a Arte, mostra coletiva
Local: Emmathomas Galeria
Abertura: 10 de abril, das 19h às 23h59
Período expositivo: 11 de abril a 19 de maio
Endereço: Alameda Franca, 1054, Jardins, São Paulo
Visitação: Livre
Telefone: +55 11 3045-0755





Nenhum comentário:

Maurizio Cattelan

Maurizio Cattelan
Now