quinta-feira, 29 de junho de 2017

Castelos de Luz na Noite Escura - Renan Cepeda Curadoria: Marcia Mello no Instituo Cervantes


Os castelos de luz de Renan
Nova visão dos castelos medievais espanhóis pelo fotógrafo brasileiro Renan Cepeda

O Instituto Cervantes do Rio de Janeiro inaugura na próxima quinta-feira, 29 de junho, a exposição Castelos de Luz na Noite Escura, do fotógrafo  Renan Cepeda. Sob a curadoria de Marcia Mello, a mostra apresenta uma nova visão dos castelos medievais espanhóis da região espanhola de Castilla y León. As imagens foram captadas com a técnica light painting e a série de fotos  premiada pelo Sony World Photography Award.






light painting consiste em fotografar, em baixa velocidade, imagens noturnas e  inserir luz mediante diferente técnicas como o laser, a luz infravermelha, lanterna, fogo etc. O resultado é o contraste entre a escuridão e a luz viva que permite lançar um olhar diferente aos motivos fotografados. Influenciado pelas belas paragens castelhanas, Renan resgata a história e cria novas identidades para símbolos do misticismo e do romantismo da península Ibérica.

“Trata-se de um mundo misterioso e desconhecido em que o espaço e as coisas se redimensionam com a ausência de luz, confrontando-se com o firmamento e o infinito. Durante o dia a  luz é excessiva, estourada, muito fácil de gravar. A fotografia daquilo que se vê a olhos nús já não me oferece desafio. Por vezes sou surpreendido pelo abandono de certas construções históricas  que acreditava só existirem em livros, ao revelá-los às luzes de minhas lanternas me sinto um cavaleiro em nova reconquista”,  declara Renan.





Sobre o artista:
Renan Cepeda, começou a fotografar aos 11 anos de idade, com uma câmera Olympus Trip 35 presenteada pelo pai, fotógrafo amador. Ao se profissionalizar, opta pela fotojornalismo, trabalhando por alguns anos no Jornal do Brasil e como freelancer para várias publicações do país e exterior, oportunidade que teve para aguçar seu olhar jovem com a prática de pautas tão variadas quanto desafiadoras e o convívio com renomados fotojornalistas daqueles anos de 1980.

De repórter fotográfico, volta-se para uma fotografia de expressão autoral alcançada com técnicas pouco usuais. De certa forma, uma volta a visualidade experimental observada nas práticas foto-clubistas de seu pai. Inicia com filmes sensíveis à radiação infravermelha, revelando seu interesse pela paisagem de sua cidade, alterando-a com registros de natureza onírica: céus dramáticos, vegetação luminosa e fortes contrastes.  Da mesma forma, a escolha de pontos de vista pouco prováveis surpreende com realidades corriqueiras aos cariocas mas que, perpassadas pela sensibilidade e apuro técnico do fotógrafo, descortinam novas possibilidades da inconfundível geografia carioca. Quando a cor é introduzida, incialmente com filmes especiais e posteriormente com câmera digital adaptada à leitura do espectro de luz infravermelha, suas escolhas cromáticas radicalizam-se. Essa pesquisa foi tema de seu primeiro livro “Rio infravermelho” editado pela Casa da Palavra em 2013.




Castelos de luz na noite escura –Renan Cepeda
Curadoria: Marcia Mello
Abertura: 29 de junho, das 19:00h às 22hVisitação: 30 de junho a 21 de agosto de 2017
De segunda a sábado, das 10h às 19h
Grátis e livre para todos os públicos
Instituto Cervantes
Rua Visconde de Ouro Preto, 62 – Botafogo
Tel: (21) 3554-5913


 Link para imagens:





Nenhum comentário:

Maurizio Cattelan

Maurizio Cattelan
Now