quarta-feira, 31 de maio de 2017

Paul Delvaux





Paul Delvaux (1897-1994) Nasceu em Antheit, Bélgica. Graduou-se pela Académie Royale des Beaux-Arts em Bruxelas, como seus pais não aprovavam sua vontade de dedicar-se à pintura, ele optou pelo Departamento de Arquitetura. Homem culto estudou música, Latim e Grego e interessava-se pelo poesia de Homer. Seus primeiros trabalhos foram paisagens e nu nas paisagens sob a influência do Expressionistas Flamengos.
A partir de 1933, influenciado por De Chirico, adere a Arte Metafísica. Conviveu com Magritte e ligou-se ao Surrealismo. Foi diretor da Académie Royale des Beaux-Art. Em 1982, foi inaugurado o Delvaux Museum em Saint-Idesbald. Em 1965 Retrospectiva National Museum of Modern Art, Tóquio


El Incendio, 1935

Le Miroir, 1936. Coleção particular.

Femme a la Rosé, 1936.


The Break of Day, 1937. Guggenheim Museum, Nova York.

The Joy of Life, 1937.


Anciente  City, 1941.  Metropolitan Museum of Art, Nova York.

Sleeping Venus, 1944. Tate Gallery, Londres.



Jeune Femme Nue, 1945


The Great Sirens, 1947. Metropolitan Museum of Art, Nova York.

Leda, 1948. Tate Gallery, Londres.

Eecce-homo-1949.


Small Train Station at Night, 1951.  Metropolitan Museum of Art, Nova York.



Crucifixion, 1952


Le Jardin Nocturn, 1957. Coleção particular.


La Belle de la Nuit, 1962. Coleção particular.

Toutes les Lumieres, 1964

Le Sacrifice d'Iphigénie, 1968. Coleção particular.

Le Jardin, 1971. Coleção particular.

Les Vestales, 1972.


Nenhum comentário:

Maurizio Cattelan

Maurizio Cattelan
Now