quinta-feira, 16 de março de 2017

Luciana Brito Galeria passa a representar o artista Pedro Caetano



Temos o prazer de anunciar que a Luciana Brito Galeria agora representa o artista Pedro Caetano.

Com uma produção artística ancorada no diálogo entre elementos culturais contrastantes, Pedro Caetano toma como ponto de partida em sua poética a interseção presente na relação entre alta cultura e cultura popular; entre o rigor formal e precariedade material, e ainda, entre a impessoalidade das relações contemporâneas e o relato pessoal genuíno. Partindo de questões práticas da pintura, seu meio preferencial, o artista busca possibilidades e novos desdobramentos para a pintura tradicional. O resultado, em tons ácidos, oferece uma crítica - quase sempre bem humorada - ao establishment, ao mercado de arte e a prática artística contemporânea.

Pedro Caetano apresentou seus trabalhos nas exposições individuais We are por do sol, Boatos Fine Arts (2016), Ki Delicia, Galeria Cavalo (2016), Bunda banana arte contemporânea, Kunsthalle (2015), Tudo bem, Centro Cultural São Paulo, (2015), MACHINA ZERO, Alvaro Razuk Arquitetura (2012) e Os Grandes Sucessos de Pedro Caetano, galeria polinesia (2010). Participou das exposições coletivas: A terceira mão, curadoria de Erika Verzutti, Fortes, D’Aloia & Gabriel (2017); Conversão, Sé Galeria (2016); Homo Ludens, curadoria de Ricardo Sardenberg, Luisa Strina (2016); Opening Exhibition, Galeria Cavalo (2016); First Emarald, than Sapphire, Than Black, Akademie der bildenden Künste, Viena, Aústria (2014) BANANA BOAT, Alvaro Razuk Arquitetura (2014), São Paulo; 32th Coopy RIghOTs – we MADE it READI, in Brazil!, 8. Salon, Hamburgo, Alemanha (2014); A Two-dimensional Surface Without Any Articulation is a Dead Experience, Beatricks, Milão, Itália (2014); entre outras.













Nenhum comentário:

Maurizio Cattelan

Maurizio Cattelan
Now