segunda-feira, 9 de janeiro de 2017

Maurizio Catellan : O Retorno





Maurizio Cattelan (1960-) Nasceu em Pádua, Itália. Sem formação artística formal, tornou-se um dos mais famosos e polêmicos integrantes da arte contemporânea mundial. Vive e trabalha em Milão e Nova York. Não tem ateliê e os projetos  de seus trabalhos são encomendados por fax ou e-mail. Participou das Bienais de Veneza e Sidnei e foi curador da Bienal de Berlim. Após sua retrospectiva no Guggenheim Museum, Nova York, ele anunciou a aposentadoria.  Atualmente dedica-se a curadoria e a edição da revista Toilet Paper. Em 2016, voltou a produzir. Atualmente exposição em Monnaie de Paris.





Revista Toiletpaper editada juntamente com Pierpaolo Ferrari. "É um campo de pesquisa. Um laboratório onde eu e Pierpaolo damos vida às nossas mais torpes fantasias..." Maurizio Cattelan.



America, 2016. Guggenheim Museum, Nova York.


Toilet Paper Lounge, 2012. Kreëmart.


Soap Toiletpaper, 2011.





All, 2011. Retrospectiva no Guggenheim Museum, Nova York.


The End, 2010.





L.O.V.E, 2010.  Piazza Affari, Milão.


 



We, 2010.  Bienal de Veneza. Há clara referência a dupla de artista Gilbert and George e sua obra In Bed with Lorca, 2007. O trabalho refere-se a homosexualidade do poeta. Cattelan sugere identificar-se tanto com Gilbert e George e Lorca.              



Sem título. INRI, 2009.  INRI é a abreviação de Jesus Nazareno Rex Iudaeorum. Jesus de Nazareno Rei dos Judeus.


Sem tíitulo, 2009.


Ave Maria, 2008. Os três braços saídos da parede fazem uma saudação que poderia lembrar o nazismo ou uma benção.

Sem título, 2004. Sua obra realizada para a Piazza XXIV Maggio, Milão em 2004 causou grande discussão quando de sua inauguração. Cattelan pendurou na árvore mais antiga da cidade tres esculturas hiper-realistas de crianças enforcadas com os olhos abertos e descalças. Um morador indignado, conseguiu uma escada e retirou duas esculturas. Os bombeiros retiraram a última. A obra, que ficou exposta apenas vinte e sete horas, foi financiada pela fundação Nicola Trussardi e teve apoio da Prefeitura. Para o artista o obra "era como um ato de amor".



Now, 2004. Deste Colection. Uma escultura do presidente Kennedy vestido com um terno e descalço dentro de um caixão.


Untitled, 2003. Foto: Zeno Zotti


The Wrong Gallery, 2002. Um pequeno espaço de um metro quadrado em que um artista ocupava por tempo limitado para expor seu trabalho. Em colaboração com os curadores  Massimo Gion e Ali Subotnick. Inicialmente inaugurada na 20th St, Chelsea, Nova York, onde funcionou até 2005. Nesse período, exibiu 14 artistas. Em setembro de 2005, foi recolocada na Tate Gallery, Londres.


Sem título, 2001.




Him, 2001. Center for Contemporary Art, Ujazdowski Castle, Varsóvia.  Uma pequena figura colocada de joelhos e de costa lembra uma criança, mas ao vê-la de frente trata-se de Hitler com as mãos entrelaçadas como se estivesse rezando.

Sem título, 2000.



La Nona Ora, 1999. Royal Academia de Londres. Um meteorito atinge o papa João Paulo II.

A Perfect Day, 1999. Instalação na Galeria Massimo de Carlo, Milão. O galerista Massimo de Carlo é preso á parede com fita adesiva.



Charlie Don't Surf, 1997. Castello di Rivoli, Turim. A conhecida dificuldades do artista nas atividades acadêmicas motivaram a obra. Os dois lápis cravados um em cada mão lembra a crucificação. Seria uma pergunta sobre o que seria mais doloroso a dor moral da reprovação ou a física da ferida.


Novecento, 1997. Castello di Rivoli, Turim. Bienal de Sidnei. O título faz uma referência ao filme de Bertolucci com o mesmo nome, discutindo a oposição ao fascismo e comunismo na Itália. O cavalo empalhado e pendurado no teto tem suas patas alongadas sugerindo a força da gravidades e seria a representação da energia bloqueada.


Bidibidobidiboo, 1996.  Um esquilo com o revolver perto de sua pata sugere suicídio. A mesa de fórmica amarela é uma referência a outra existente na casa dos seus pais e presente em sua memória.


San Maurizio Cattelan





As Vidas dos Artistas /Calvin Tomkins _ São Paulo: BEI Comunicação, 2009.
Maurizio Cattelan is Dead _ Triple Candie, 2012.

Nenhum comentário:

Maurizio Cattelan

Maurizio Cattelan
Now