terça-feira, 11 de outubro de 2016

Museu de Arte da Pampulha. Curadoria: Cauê Alves. Coletiva do Bolsa Pampulha 2016.



MUSEU DE ARTE DA PAMPULHA (BH) INAUGURA
NESTE SÁBADO (15) MOSTRA COLETIVA
DO “BOLSA PAMPULHA 2016”

PROJETO DA FUNDAÇÃO MUNICIPAL DE CULTURA SELECIONOU 10 NOMES
DE TODO O BRASIL E FOMENTOU PESQUISAS E PRODUÇÕES ARTÍSTICAS

Fundação Municipal de Cultura abre ao público neste sábado, dia 15, a partir das 15h, noMuseu de Arte da Pampulha, a mostra coletiva com o resultado do programa de residência artística“Bolsa Pampulha 2016”. Neste ano, o projeto tem a curadoria de Cauê Alves e acompanhamento de Luisa Duarte, Mabe Bethônico e Moacir do Anjos. A visitação é gratuita, de terça a domingo, das 9h às 18h30.
Os selecionados desta edição e que participam da mostra coletiva são: Adriana Aranha; Alexandre Brandão; Efe Godoy; Janaina Wagner; Lucas Dupin; Maura Grimaldi; Rafael RG; Victor Mattina; o coletivo formado por Juliane Peixoto e Adriele Freitas; e o coletivo Thiago Honório e Pedro Vieira. “O que se vê é um mix de técnicas, com uma grande variedade de linguagens de arte contemporânea, que de certo modo respondem à vivência desses artistas ao longo dos últimos meses”, conta o curador Cauê Alves.
Os dez artistas/coletivos são oriundos de vários estados do Brasil, e participaram desde maio deste ano de uma residência artística no Museu de Arte da Pampulha.  Foram oferecidos ateliê, verba mensal como incentivo à pesquisa, além da curadoria e acompanhamento. As atividades de pesquisa e concepção das obras seguiram até o final de setembro.
Remuneração, tempo de pesquisa e orientação para desenvolver um trabalho artístico são os objetos principais do 32º Salão Nacional de Arte de Belo Horizonte – 6ª Edição do Bolsa Pampulha. O programa é apresentado pela Prefeitura de Belo Horizonte, por meio da Fundação Municipal de Cultura (FMC), em parceria com a Associação Cultural dos Amigos do Museu de Arte da Pampulha (AMAP). “A importância do ‘Bolsa Pampulha’ está no fato de que é focado no processo, na formação de artistas. É um programa pioneiro no Brasil que, desde 2003, faz com que o museu seja pensado também como um equipamento formativo e educacional, que contribui para a construção de trajetórias de artistas e da própria cidade”, finaliza Cauê.

MAIS SOBRE O BOLSA PAMPULHA
O programa tem como propósito promover e fomentar as artes visuais na capital mineira, com foco em jovens artistas, a fim de contribuir para o processo formativo e atendendo às necessidades e expectativas da comunidade artística local e nacional. O Bolsa Pampulha acontece desde 2003 e encontra-se em sua 6ª edição.
Foram selecionados 10 artistas/coletivos, de vários estados brasileiros, que passam por um período de cinco meses de residência em Belo Horizonte, de maio a setembro, sob a coordenação do Museu de Arte da Pampulha, acompanhados por críticos, curadores e artistas. A partir de 15 de outubro acontece a exposição com as obras criadas durante o processo.
Por se tratar de um programa dedicado à produção emergente, todos os artistas/coletivos que participam possuem alguma das seguintes características: idade entre 18 e 35 anos; ou ter realizado até três exposições individuais; ou ter até cinco anos de atividade artística, contando a partir da primeira exposição.
Cada artista/coletivo selecionado foi contemplado com bolsa em dinheiro no valor total de R$11.400, a fim de auxiliar na sua manutenção, bem como no desenvolvimento das atividades durante o prazo de residência obrigatória em Belo Horizonte. Para a produção da obra foi concedido ainda o valor de R$5.000 por artista. A AMAP disponibiliza a todos os participantes do Programa um ateliê coletivo, sem ônus.
Efe Godoy.




EXPOSIÇÃO BOLSA PAMPULHA 2016 - Museu de Arte da Pampulha
Curadoria: Cauê Alves
Coletiva: Adriana Aranha; Alexandre Brandão; Efe Godoy; Janaina Wagner; Lucas Dupin; Maura Grimaldi; Rafael RG; Victor Mattina; o coletivo formado por Juliane Peixoto e Adriele Freitas; e o coletivo Thiago Honório e Pedro Vieira.
Dias/Horários: de terça a domingo, das 9h às 18h30
Local: MAP – Avenida Otacílio Negrão de Lima, 16.585, Pampulha, BH, MG
Entrada gratuita

ASSESSORIA DE IMPRENSA AMAP:
Doizum Comunicações | Rodrigo Valente
31.3889.0364 | 31.9748.0364
Rua Antônio de Albuquerque, 377, sl. 8, Savassi, BH, MG
www.doizum.com | facebook.com/DoizumCom

ASSESSORIA DE IMPRENSA FMC:
(31) 3277-4621/4682

Nenhum comentário:

Maurizio Cattelan

Maurizio Cattelan
Now