sexta-feira, 16 de setembro de 2016

Santiago Sierra




Santiago Sierra (1967-) Nasceu em Madrid. Graduou-se pela Universidad Complutense de Madrid, tendo completado seus estudos e Hamburgo. De 1995 a 2006 permaneceu na Cidade do México tendo estudado na Escuela de San Carlos de la Universidad Autónoma de México. Em 2006, mudou-se e fixou-se em Madri, onde vive e trabalha. Seus assuntos preferidos estão ligados aos temas sociais e políticos e acrítica a classe política.
Em suas intervenções artísticas, com frequência, utiliza-se de imigrantes, prostitutas, dependentes químicos e moradores de rua Eles são contratados para uma determinada ação, por preço vil. Colocá-los em situação humilhante é uma maneira de chamar atenção para as condições impostas a esses grupos. Participou da Bienal de Veneza. Em 2010, recebeu o Prêmio Nacional de Arte da Espanha dado pelo Ministério da Cultura, mas por meio de uma carta recusou. É representado pela Lisson Gallery.


Persona Remunerada Durante uma Jornada de 360 Horas Contínuas, 2000. Nova York





Imigrantes, 2001.



Space Closed by Corrugate Metal, 2002. Instalação na Lisson Gallery.




184 Peruvian Workers, 2006.


Palabra de Fuego, 2007.



Los Penetrados, 2008.




Veterans, 2011.




Veterans of the Wars of Afghanistan, Iraq and Nothern Ireland Facing the Corner II, 2011. Vídeo.

No (Pop), 2011.


The Italic Peninsula Devoured by Pigs, 2012







Línea de 30 cm Tatuada Sobre Una Persona Remunerada, Calle Regina # 51, Mexico D.F., Mayo 1998 / Person paid to have a 30 cm line tattooed on them, Regina Street # 51, Mexico City, May 1998, 2016







Black Flag, 2016

Nenhum comentário:

Maurizio Cattelan

Maurizio Cattelan
Now