quinta-feira, 21 de julho de 2016

Giovanni Segantini






Giovanni Segantini (1858-1899) Nasceu em Arco in Trentino, Áustria. Teve uma infância pobre e triste em virtude das constantes viagens do seu pai a trabalho e pela depressão da mãe após a trágica morte de um filho. Sua mãe morreu cedo e seu pai deixou seu filho com Irene, sua filha de um casamento prévio. Seu pai morreu numa de suas viagens e deixou a família em extrema miséria. Irene foi trabalhar para poder sobreviver, mudando-se para Milão em busca de melhores oportunidades. Gionammi passou a viver na rua e foi recolhido a um orfanato, onde aprendeu precariamente a ler e escrever.Em 1873, seu meio irmão, retirou-o do orfanato e levou a trabalhar em seu estúdio fotográfico. No ano seguinte, frequentou a Brera Academy.  Seus temas preferidos foram as paisagens rurais e a documentação de pastores e seus animais. Parte de sua obra é ligada ao Simbolismo.
Em 1881, junto com sua companheira Bice, foi morar em Brianza, onde foi rejeitado por não ser casado. Em 1882 nasceu seu primeiro filho, Gottardo, mais tarde artista e biógrafo de seu pai. Nasceram depois Alberto, Mario e Bianca.
Em 1886, fixou-se em Savognin e após oito anos mudou-se para Engadin, mas foi incapaz de pagar os imposto e foi viver em Chalet Kuoni tornando-se um pintor valorizado e com uma vida de melhor qualidade. Em setembro de 1899, aos 41 anos, ele morreu subitamente enquanto pintava o Alpine Triptych.



Sleeping Shepherd, 1882.



Ave Maria a Trasbordo II, 1886. Fondazione Ott Fischbacher, San Gallo.



Il Lavatore della Terra, 1886.



Death, 1889. Parte.



Return from the Woods, 1890.  Segantini Museum, St. Moritz.



The Punishment of Lust, 1890.  Walk Art Center.



Midday in the Alps, 1891,  Segantini Museum, St. Moritz.


The Bad Mothers, 1894. Kunsthaus Zürich.


The Two Mothers, 1895. Galleria d'Art Moderna, Milão.


Self-Portrait, 1895. Segantini Museum, St. Moritz.



Landscape with Cow, 1896. Hermitage Museum, São Petersburgo.


Love at the Fountain of Life, 1896. . Galleria d'Art Moderna, Milão.



Vanitas, 1897. Kunsthaus Zürich.



Alpine Triptych: Life, 1898-1899.














Nenhum comentário:

Maurizio Cattelan

Maurizio Cattelan
Now