segunda-feira, 2 de maio de 2016

400 entrevistas em Conversando sobre Arte

Ao identificar a precária divulgação das artes plásticas em nosso país e em especial a falta de acesso aos meios de comunicação aos jovens artistas ou aqueles domiciliados fora do eixo São Paulo-Rio de Janeiro motivou-me a criar um blog em que diariamente é apresentado um artista com pequena biografia e fotos do seu trabalho.
Periodicamente são feitas entrevistas com artistas de diferentes estados do Brasil e alguns do exterior. Foram publicadas 400 entrevistas, em maior número com artistas, mas também ouvimos curadores, professores de história da arte, editores de livros e colecionadores. A maioria continua sendo daqueles que vivem e trabalham no Rio de Janeiro e em São Paulo, mas incluímos artistas de praticamente todos os estados excetuando-se Amapá, Acre, Piauí e Sergipe. 
Foi possível caracterizar em  Belém, Belo Horizonte Brasília/Goiânia e Porto Alegre a concentração de numerosos artistas com uma qualidade de produção semelhante aos outros dois grandes centros citados. Houve, ainda, crescimento em Florianópolis e Curitiba
Os depoimentos abordam a formação, as influências, a descrição da obra e as dificuldades enfrentadas para o acesso ao público e comercialização do trabalho produzido.
A receptividade é bastante satisfatória A média de acessos ao blog é de cerca de 1000 já tendo chegado a 1500 visualizações/dia.
No início encontramos resistência dos jovens artistas em participar, pois não me conhecendo e sendo eu originário da área médica criava alguma desconfiança. Com o correr do tempo, isso foi suplantado e hoje, muito artistas indicam colegas para serem incluídos.
Os artistas escolhidos são aqueles já no mercado de arte, representados ou não por galerias e outros identificados por sua participação em Salões de Arte. Não há avaliação da qualidade do trabalho produzido ficando esse aspecto para análise do leitor.
Uma queixa constante é a falta de oportunidade dos artistas terem suas obras verificadas pelas galerias, assim fica a sugestão para que curadores, críticos e marchands acessem esses arquivos e possam identificar os merecedores de oportunidade.
Marcio de Oliveira Fonseca

Nenhum comentário:

Maurizio Cattelan

Maurizio Cattelan
Now