sábado, 5 de março de 2016

Sigmar Polke




Sigmar Polke (1941-2010) Nasceu em Olesnica, Polônia. Foi morar com a família na Berlim Oriental até 1953, quando se fixou na Berlim ocidental. Aos 20 anos, matriculou-se no Dusseldorf Kunstakademie. Em 1963, com Gerhart Richter, Konrad Fisher e Manfred Kutner fundaram o movimento Capitalismo-Realismo, que protestava contra o consumo da burguesia alemã. Trabalhou com pintura, fotografia e performance. Após viagens por vários países, incorporou diferentes materiais tais como nitrato de prata, verniz, bário, etanol em suas telas. Entre 1977 e 1991, foi professor da Academy of Fine Arts, Hamburgo. Em 1986, Na Bienal de Veneza, pintou as paredes do Pavilhão  Alemão com tinta sensível à luz e à umidade. As cores variavam de acordo com as condições. Com esse trabalho recebeu o Leão de Ouro. Recebeu o Prêmio da Bienal de São Paulo, o Prêmio Imperial do Japão e o Prêmio Erasmus, Holanda.  Em 2014 retrospectiva na Tate Gallery, Londres e no MoMA, Nova York. Seu espólio é representada pela David Zirmer Gallery






Sem título (Square II),  1963. Tate Gallery, Londres.

The Palm Painting, 1964.


Biscuits, 1964.

Strand, 1966.

Starry Heavens Cloth, 1968.

I'll Take Care of That, Jess, 1972. Saatchi Gallery, Londres.


Sem título (Wilich) 1972.


Treehouse, 1976. Tate Gallery, Londres.


Sem título (Palermo), 1976.


Angst, 1976.


Figure with Hand (I Am Made Dizzy by a Carpet of Rose-Petals...), 1973. Tate Gallery, Londres.


Kandinsdingska, 1976.



This Is How You Sit Correctly (After Goya), 1982.



Sem título, 2000. Coleção particular.


Sem título (Triptych), 2002. Tate Gallery, Londres.


Primavera, 2003.

Levitation, 2005.

Circus Figures, 2005. Coleção particular.












Nenhum comentário:

Maurizio Cattelan

Maurizio Cattelan
Now