quarta-feira, 22 de abril de 2015

Leon Ferrari







Leon Ferrari (1920-2013) Nasceu em Buenos Aires. Estudou Engenharia na Faculdade de Ciências Exatas Física e Naturais de Belo Horizonte. Autodidata. Em 1952, instalou-se em Roma e começou a trabalhar com arte em 1955. Em 1960, começou a fazer esculturas em arame e aço e, dois anos depois, produziu desenhos, caligrafias e colagens. Recebeu bolsa da Fundação Guggenheim. Em 1976, perseguido pela ditadura, mudou-se para São Paulo, onde permaneceu até 1984. Ferrari usou pintura, gravura, escultura e multimídias para construir sua obra crítica contra a Igreja e políticos, a quem acusa de ficar ao lado dos ditadores. Um de seus filhos desapareceu durante o período sem democracia. Participou das Bienais de Veneza, Cuba e São Paulo. Recebeu o Leão de Oura da Bienal de Veneza. Retrospectiva no Centro Recoleta, BA e na Pinacoteca, SP. Teve uma retrospectiva com a artista brasileira Mira Schendel no MoMa, Nova York. Além de artista foi escritor com vários livros publicados. Viveu e trabalhou em Buenos Aires.




Mulher Preocupada, 1961.



Livro de Artista, 1962.



Sem título, 1964.


El Árbol Embarazador, 1964.


La Civilazación Occidental y Cristiana, 1965. Bienal de Veneza.


Maquete, 1978. Museu de Arte Moderna de São Paulo. Foto: Sérgio Gueirini.

Operación Libertad Iraqui, 2003. Bienal de São Paulo. Foto: Felipe Rousseaux de Campos Melo.


Errar de Dios, 2003. Bienal de São Paulo.



 Infierno, 2004.

Huessos, 2006. Bienal de Veneza.


Nunca Más, 1995-2008. Museu d'Art Contemporani de Barcelona.


Los Musicos, 2009. 



Sem título, 2010.



Esquife. Bienal de Cuba.





Rallador



Devocion


Sem título.



Série Releituras da Bíblia: Sem título




Série Releitura da Bíblia. Pope.





Leon Ferrari Retrospectiva Obras 1954-2006 _ Cosaf e Naify, 2006.

Nenhum comentário:

Maurizio Cattelan

Maurizio Cattelan
Now