terça-feira, 10 de março de 2015

Fábio Carvalho na 7a edição do Museu de Arte Postal





Na próxima sexta, dia 13/3/2015, será lançada a 7a edição do Museu de Arte Postal, da qual Fábio Carvalho participa junto com Andréa Facchini, Greice Rosa e Guy Veloso.
 
Em tempos de correspondências digitais, o Museu de Arte Postal – MAP, criado por Marco Antonio Portela, curador do projeto, surgiu para refletir sobre as possíveis formas de circulação de arte, apresentando espaços mais livres e terceiras vias para artistas atuarem, resgatar o objeto cartão postal e, ainda, apresentá-lo às novas gerações. Bimestralmente são publicadas obras de quatro artistas. Toda a produção está disponível na internet (http://www.marcoantonioportela.com.br/#!map/ca4s) e é possível adquirir os postais por um preço similar a um postal de bancas de jornal, com um diferencial: eles têm tiragem de 1.000 exemplares e são assinados. O preço ínfimo tem a intenção de provocar e tensionar o mercado de arte e suas relações, não no intuito panfletário de pregar a derrocada das galerias e galeristas, mas como possibilidade de refletir sobre suas funções e atuações, apresentando espaços mais livres e terceiras vias para artistas atuarem.

Fábio Carvalho participará na mais nova edição do projeto com um dos trabalhos da série Turnierbuch, decorrente da Residência Artística ID Pool, na Porcelana Vista Alegre, Portugal, realizada de outubro a dezembro de 2013, onde o artista buscou incorporar, na atual pesquisa do seu trabalho, elementos recuperados do cotidiano desta fábrica. A decoração de porcelana foi o primeiro elemento do universo dito "feminino" que Fábio Carvalho usou em seus trabalhos iniciados em 2009, em contraposição aos estereótipos de masculinidade e virilidade.

Durante a residência artística na Porcelana Vista Alegre, o artista procurou conciliar sua produção autoral com o imaginário tradicional da fábrica, criando peças de intensa beleza, mas ainda assim mantendo a dialética de sua produção artística. Ao invés de usar armas de fogo, militares contemporâneos, entre outras
imagens comumente encontradas em sua obra, Fábio Carvalho fui buscar no passado remoto imagens de guerreiros e suas armas, que pela distância no tempo não são mais percebidas como brutais e ameaçadoras, mas, muito pelo contrário, como imagens nostálgicas de um tempo de maior heroísmo e honradez que o atual, mas que na verdade continuam sendo imagem militares e de guerra, que pretendem demonstrar força e poder.


Emacs!
Serviço: 
7a edição do Museu de Arte Postal13 de março de 2015, 19/22h
Ateliê da Imagem Espaço Cultural
Av. Pasteur, 453, Urca - Rio de Janeiro. 


Atenciosamente,

Fábio Carvalho Rio de Janeiro - BrasilPortfólio|Projeto HS13rc |Artur Fidalgo galeria|Dumaresq galeria|Artsy (EUA) |Arte Informado (ES) 

Nenhum comentário:

Maurizio Cattelan

Maurizio Cattelan
Now