sexta-feira, 28 de fevereiro de 2014

Elizabeth Peyton





Elizabeth Peyton (1965-) Nasceu em Connecticut. Artista contemporânea na área da pintura. Estudou na School of Visual Arts, Nova York. Vive e trabalha em Nova York. Para executar seus trabalhos usa como modelos amigos próximos, namorados e celebridades. Os retratos mostram  figuras alongadas e andrógenas inspirados em fotografias. Foi influenciada por Andy Warhol e David Hockney. Suas obras tem valorização crescente e figura em grandes museus e coleções. Teve retrospectiva no New Museum, Nova York com a exposição Lives Forever. Vive em Nova York e Berlim. É representada pela Gagosian Gallery.



Alex (Katz), 2013. Coleção particular.



What Wound Things (Lohemgrins), 2012.



T

Self-Portrait, 2011. Gagosian Gallery.




Princes Willian and Harry, 2009. Coleção particular.


The Age of Innocense, 2007.


Julian, 2005. Grenfield Sacks Gallery.


Keith (From Grimme Shelter), 2004. Guggenheim Museum, Nova York.

Marc, 2003. MoMA, Nova York.


Live to Read, 2003. Whitney Museum of American Art, Nova York


Nick Reading Moby Dick, 2003. Museum of Contemporary Art, Los Angeles.


John Lydon, 1994.



Jarvis, 1966.  Coleção particular.

John Lennon, 1966. Coleção particular



Piotr on Couch, 1966. Seattle Art Museum



Jake at the New Viet Huong, 1965. MoMA, Nova York.



Marie Antoiniette






100 Contemporary Artist _ Taschen, 2009

Virgílio Neves Hipnoses Galeria Vilanova.


Instituto Moreira Sales RJ

 
 


quinta-feira, 27 de fevereiro de 2014

Kiki Smith






Kiki Smith (1954-)Nasceu em Nuremberg, Alemanha. Foi criada em New Jersey. Filha do artista Tony Smith e da cantora de ópera Jane Lawrence Smith. Graduou-se na Hartford Art School. Vive e trabalha em Nova York. Esculturas, gravuras, fotografias e instalações são utilizadas para discutir seus temas prediletos vida, morte, ressurreição, religião e o corpo humano. É ligado ao feminismo na Arte. Participou da Whitney Biennial, Nova York. Em 2009, recebeu o Prize Art do Brooklin Museum Women. Membro da Academia de Artes e Letras, Nova York. É representada pela Pace Gallery.


Sem título, 1970. Whitney Museum of American Art, Nova York.



Uro-Genital System, 1986. Saatchi Gallery, Londres.


Ribs, 1987. Guggenhein Museum, Nova York.



Virgin Mary, 1992. Saatchi Gallery, Londres.

Lili Home, 1994. Museu de Arte Contemporânea, São Francisco.




Lilith, 1994. Museum of Fine Arts, Boston.




Bird and Egg, 2000.




Born, 2002. MoMA, Nova York.



Born, 2002.



Woman and Wolf, 2002.



Kitchen, 2005. Waker Art Center.



Walking Puppet, 2008.



Singer. 2009



Here, 2010.



Cloud, 2012. Fotografia.



Instalação




Instalação Brooklin Museum.
















Antonio Bokel Coletivo Plástico Preto

 
 
 
 
 
amarelonegro

rua visconde de pirajá 111 loja 02 ipanema

rio de janeiro rj

terça a sexta de 14 às 19:00h

sábados de 11 às 16:00h




quarta-feira, 26 de fevereiro de 2014

Maurice de Vlaminck










Maurice de Vlaminck (1876-1958) Nasceu em Paris. Seu pai era músico e ensinou seu filho a tocar violino. Começou a estudar pintura tarde com Henri Rigalon. Sua amizade com André Derrain foi um impulso em sua carreira. Pintava durante o dia e à noite ganhava dinheiro dando aulas de violino e tocando em um conjunto. Em 1911, viajou para Londres, onde pintou o Tâmisa. Na volta, encontrou Derrain e pintaram em Marselha e Martiques. Durante a Ia Guerra, permaneceu em Paris escrevendo poesias. O resto de sua vida, viajou pela França registrando as paisagens ao longo do Sena.  Foi com Matisse e Derrain os maiores nomes do Fauvismo. Teve influências de van Gogh e Cézanne.
 


Autumn Landscape, 1905. MoMA, Nova York.
 
 
 


Pond at Ursine near Chaville, 1905.
 
 

Restaurante de la Machine en Bougival, 1905. Musée d'Orsay, Paris.



The River Seine at Chateau, 1906. Metropolitan Museum of Art, Nova York.
 
 


Houses at Chateau, 1906. Collection Triton Foudation, Holanda.
 
 

André Derrain, 1906. Metropolitan Museum of Art, Nova York.
 


Brunch of Fowers, 1909. Museo Thyesen Bornemisza, Madrid.
 
 
 
 
 

Landscape Near Martiques, 1913. Tate Gallery, Londres.
 
 
 

Lanscape at Osny, 1915. Coleção particular.
 
 
 
Village sous la Neige, 1925. Coleção particular.

Maurizio Cattelan

Maurizio Cattelan
Now