quinta-feira, 9 de outubro de 2014

Eliane Accioly Fonseca individual Memória, Repetição e Outros Fragmentos.




ELIANE ACCIOLY FONSECA ABRE SUA PRIMEIRA INDIVIDUAL

A psicanalista, poeta e artista plástica Eliane Accioly Fonseca abre sua primeira mostra individual Memória, Repetição e Outros Fragmentos, composta por 18 telas onde traços fragmentados repetem memórias de encontros e desencontros no cotidiano, assim como de experiências que permeiam a existência de um artista.

Ao aceitar o desafio de fazer sua primeira exposição nesse momento de sua vida, os traços em suas pinturas vêm da forte capacidade intuitiva de uma vida dedicada a ajudar pessoas a encontrar seus próprios caminhos. É uma intuição trabalhada, o que é um paradoxo. Traços não heróicos e uma paleta de cores às vezes delicada, às vezes pujante, refletem as emoções que dominam seu ser ao criar uma obra de arte. A artista, intuitivamente, fragmenta traços, apaga formas, constrói camadas de tempo com cores e pinceladas que se sobrepõem e deixam rastros criando fragmentos de “memórias”.

Nas pinturas de Eliane Accioly Fonseca, predomina a dicotomia sombra e luz, regra primordial no mundo pictórico, onde uma afeta a outra, sendo a luz fundamental, mas inexistente sem a presença da sombra. Na sua paleta, a cor escura varia de tela para tela construindo a luz. A artista opta por tonalidades escuras, médias, e a luminosidade que dialogam.

A artista se considera como um produto de nossa cultura. “Vivemos hoje uma fragmentação do tempo humano, guerras pelo mundo; e, no entanto, o ser humano é bom, criativo e deseja a beleza; as telas não pertencem ao artista; a obra de arte tem vida própria; ela quer ganhar mundo”, define Eliane.


Exposição: Memória, Repetição e Outros Fragmentos
Artista: Eliane Accioly Fonseca
Abertura: 15 de outubro de 2014, quarta-feira, às 19h
Período: 16 a 21 de Outubro de 2014
Local: Club Athletico Paulistano – Sala de Artes Plásticas
Endereço: Rua Honduras, 1400 – Jardim América
Número de obras: 18
Técnica: Pintura em acrílica sobre tela com uso de caneta permanente






















ELIANE ACCIOLY FONSECA ABRE SUA PRIMEIRA INDIVIDUAL

A psicanalista, poeta e artista plástica Eliane Accioly Fonseca abre sua primeira mostra individual Memória, Repetição e Outros Fragmentos, composta por 18 telas onde traços fragmentados repetem memórias de encontros e desencontros no cotidiano, assim como de experiências que permeiam a existência de um artista.

Ao aceitar o desafio de fazer sua primeira exposição nesse momento de sua vida, os traços em suas pinturas vêm da forte capacidade intuitiva de uma vida dedicada a ajudar pessoas a encontrar seus próprios caminhos. É uma intuição trabalhada, o que é um paradoxo. Traços não heróicos e uma paleta de cores às vezes delicada, às vezes pujante, refletem as emoções que dominam seu ser ao criar uma obra de arte. A artista, intuitivamente, fragmenta traços, apaga formas, constrói camadas de tempo com cores e pinceladas que se sobrepõem e deixam rastros criando fragmentos de “memórias”.

Nas pinturas de Eliane Accioly Fonseca, predomina a dicotomia sombra e luz, regra primordial no mundo pictórico, onde uma afeta a outra, sendo a luz fundamental, mas inexistente sem a presença da sombra. Na sua paleta, a cor escura varia de tela para tela construindo a luz. A artista opta por tonalidades escuras, médias, e a luminosidade que dialogam.

A artista se considera como um produto de nossa cultura. “Vivemos hoje uma fragmentação do tempo humano, guerras pelo mundo; e, no entanto, o ser humano é bom, criativo e deseja a beleza; as telas não pertencem ao artista; a obra de arte tem vida própria; ela quer ganhar mundo”, define Eliane.

Exposição                 Memória, Repetição e Outros Fragmentos
Artista                                   Eliane Accioly Fonseca
Abertura                    15 de outubro de 2014, quarta-feira, às 19h
Período                       de 16 a 21 de Outubro de 2014
Local                          Club Athletico Paulistano – Sala de Artes Plásticas
Endereço                    Rua Honduras, 1400 – Jardim América
Número de obras       18
Técnica                      Pintura em acrílica sobre tela com uso de caneta permanente
Dimensões                 0,49 x 0,80 cm a 1,28 x 1,40 cm


Ass. Imprensa            - Eliane Accioly Fonseca - Balady Comunicação – Silvia Balady/Zeca Florentino
Tel.: (11) 3814.3382 – contato@balady.com.br

Eliane Accioly Fonseca (1941)
Psicóloga, Psicanalista, Psicoterapeuta, atua em consultório há 35 anos. É Mestre em Psicologia Clínica (1992) e Doutora em Comunicação e Semiótica (1997) pela PUC/SP. Pesquisa as interfaces entre a escrita poética e a prática terapêutica, seus ofícios cotidianos. Tem diversas publicações de ensaios e de poesia em revistas especializadas, em anais de eventos, e em Antologias nacionais e internacionais. É poeta e escritora desde 1989. Publicou os livros Corpo de Sonho, Arte e Psicanálise, Annablume, São Paulo (1998), A Palavra In-Sensata, Poesia e Psicanálise, Escuta, São Paulo (1993) e Histórias de Ventania, Massao Ohno, São Paulo (1989). Descobriu sua paixão pelas artes plásticas em 2004. Participou de atelier de pintura com o professor Sergio Fingermann (2009), e de atelier de desenho e pintura com o professor Dalton de Lucca (2004-2009).





Zeca
---
Balady Comunicação
Tel.: 11-3814.3382



Nenhum comentário:

Maurizio Cattelan

Maurizio Cattelan
Now