quarta-feira, 2 de julho de 2014

Ibon Aranberri





 Ibon Aranberri (1944-) Nasceu em Itzair, Argentina. Graduou-se na Fine Arts University de Pais Basco, Bilbao. Aperfeiçoou-sena CCA Kitakyushu, Japão. Importante artista Basco cujo complexo trabalho estuda como se comporta o imaginário coletivo diante de obras produzidas por ele com temas históricos, geopolíticos e artísticos. Tenta decodificar a astenia de imagens comumente aceitas seus valores e preconceitos instalados na sociedade. Trabalha com fotos, vídeos, esculturas, objetos e instalações. Participou da Documenta de Kassel, Manifesta de Frankfurt e Bienal de Sidnei. Individual PS1, Nova York, Museo Nacional Centro de Arte Reina Sofia. Em 2011,  individual na Fundação Tàpies.


Cavity. 2005. Isabella Bortolozzi Galerie, 2005.


Cavity. 2005. Isabella Bortolozzi Galerie, 2005



Diseño de nuestro Desarrollo Rya y Acantilado, 2000-2005




Floating Garden, 2004-2007.  Instalação composta de uma série de blocos de concreto encrustados de vidros quebrados de garrafas de San Pelegrino. As garrafas retiradas de seu propósito foram transformadas em estruturas arquitetônicas que sugerem brutalidade e medo.


Found Dead, 2007.


Horizontes, 2001-2007. Guggenheim Bilbao Museum.


Exercises of the North Side, 2007.



Exercises on the North Side, 2007.




Extended Repertory, 2003-2008.


Disorder, 2008. Kurt Frankfurt Kunstvereim. Instalação composta de uma mesa sobre a qual estão dispostos variados objetos sugestivos de pertencerem a uma célula terrorista, onde seriam fabricadas bombas. Bienal de Sidnei.


Política Hidraulica, 2004-2009. 98 fotografias emolduradas. Fundação Tàpies, Barcelona.


Perpetual Continente, 2012






Creamier Contemporary Art in Culture _ Phaidon, 2010.

Nenhum comentário:

Maurizio Cattelan

Maurizio Cattelan
Now