sexta-feira, 16 de maio de 2014

Conversando sobre Arte entrevista com a artista Regina Vater




Quem é Regina Vater?
Nasceu no Rio de Janeiro em maio 43 descendente de portugueses, nordestinos (Maranhão, Ceará e Sergipe), alemães do Pará (ciclo da borracha) Infância no posto 6 Copacabana, juventude em Ipanema. Cursou arquitetura na Faculdade Nacional do Rio apenas por 2 anos e meio.Trabalhou desde os 16 anos (no Rio) dando aulas de geometria, em arquivo na Clinica Nossa Senhora do Carmo, depois no IBGE, BNH, depois na TV Educativa, depois na galeria Barcinsky, depois na TV Tupi como assistente de cenografia do Mauro Monteiro, depois como free lancer em Artes gráficas fazendo cartazes de filmes, capas de disco e livro (irmãos Faria, Gustavo Barreto, Serginho Bernardes, Phillips do Brasil, Cadernos Brasileiros, Jornal do Brasil,; (em São Paulo) DPZ, MPM, deu aulas de historia da arte, aulas de liberação da criatividade e trabalhou como free lancer para editoras : Melhoramentos, Brasiliense, Summus, Câmera do livro, Atica, revista Planeta, revista Isto É, Vogue Magazine) publicou livros infantis que ganharam prêmios (Tungo Tugo, Amizade bem Temperada e ilustrou Ana Maria Machado. Nos EUA trabalhou como designer gráfica free lancer para o Pratt Institute, Bronx Zôo,Women Studio Workshop e Museu del Barrio todos em Nova York.

Como a arte entrou em sua vida?
Desde a tenra infância tinha gosto pelo desenho meu pediatra dizia para mim aos quatro anos de idade que eu é que pagaria a consulta com os meus desenhos e no colégio eu era elogiada pelas colegas e professoras. Portanto, sempre desenhei e sempre quis ser artista.

Qual foi sua formação artística?
Estudei com Frank Schaeffer e Iberê Camargo

Que artistas influenciam em sua obra?
Oiticica, Lygia Clark e Joseph Beuys.

Você poderia comentar sua experiência vivida no exterior?
Tentei ser o melhor que pude, uma embaixadora da cultura brasileira não só com a minha obra, mas com mostras que eu organizava voluntariamente e totalmente de graça, quando apareciam oportunidades. Como foi o caso em 1979 quando curei uma mostra apresentada na "Nobè Gallery" (57th streetManhanttan), da qual participaram:

-AMALIA TOLEDO, ANNA BELLA GEIGER, ANNA MARIA MAIOLINO ,ANNA SZULC,BENÉ FONTELES, BETTY LEIRNER,CARLOS VERGARA,CARLOS AUGUSTO LACAZ, CILDO MEIRELES, CLAUDIO TOZZIDIMITRI RIBEIRO,EDGARD BRAGA,FLORIANO RAISS, FRANCISCO INARRAGABRIEL BORBA, GRABRIEL ZELLMASTER,GENILSON SOARES,GILSELDA LEIRNER,GRETTA,HELIO OITICICA,JULIO PLAZA,LEONHARD FRANK DUCH,LYGIA CLAK,LYGIA PAPE,LUCIANO FIGUEIREDO,LUIZ FERREIRA,MARIA CARMEM ALBERNAZ, MARIA DO CARMO SECCO,MARIA LUIZA SADI,MARIOISHICAWA,MAURICIO FRIEDMAN,NELSON LEIRNER,NEWTON MESQUITA, OSMAR RAMOS,OSMAR FONSECA,PAULO BRUSKY,PAULO GARCEZ, REGINA SILVEIRA, REGINA VATER,ROBERTO EVANGELISTA,ROBERTO KEPLER,ROGÉRIO LUZ,RUBENS GUERCHMAN, TERESA SIMÕES, TUNEU, TUNGA,UBIRAJARA RIBEIRO,VERA CHAVEZ BARCELLOS.VERA SALAMANCA
Esta talvez tenha sido a primeira exposição de arte brasileira em Nova York, que enfocou a experimentação e a contemporaneidade da nossa arte. Também curei uma mostra de super oito (no princípio dos oitenta).para o Millenium, em Nova York, da qual participaram Ana Maria Maiolino e o Paulo Bruski e uma mostra de fotografia brasileira numa galeria de fotografia no Village e uma coletiva : a "Latino American Visual Thinking" (numa galeria em upstates Nova York), também nos oitenta. Dessa última participaram 12 artistas, entre eles: Ana Bela Geiger, Ana Mendieta, Papo Colo, Liliana Porter, Camitzer, Catalina Parra, Cecilia Vicuna, Alfredo Jaar, Juan Downey, Maria Carmem Perlingeiro, Gino Rodrigues etc..
Em 1983, eu fui uma das editoras da primeira publicação de arte nos Estado Unida sobre arte contemporânea Latino Americana. Um número da revista Flue nº 2, vol. lll publicada pela Franklin Furnance Archives, New York, e que continha, entre outros, trabalhos por Roberto Evangelista, Lygia Clark, Lenora de Barros e Regina Silveira do Brasil, Luis Dias da Guatemala, Jonier Marin da Colômbia e Clemente Padín do Uruguai.

A ultima mostra que curei pode-se verificar no site http://www.imediata.com/BVP/ Esta mostra teve uma crítica de seis páginas do crítico e também bom poeta Raphael Rubinstein, que saiu na revista "Art In America", considerada junto com a "Art Forum" a revista mais lida sobre artes plásticas nos Estados Unidos.

Como você descreve seu trabalho?
Como arte é o exercício da liberdade eu sempre escolho o suporte mais adequado ao que quero compartilhar. Minha obra nasce de um approach poético à minha visão de mundo que sempre girou em trezentos e sessenta graus. Nunca consegui compactuar a minha obra num só assunto. Guy Brett um dia me disse que se a minha obra não havia sido estudada mais a fundo é porque ela daria muito trabalho aos críticos, pois era difícil de encurralá-la numa gaveta pois assim seria fácil de classificá-la. Paula Alzugaray foi a primeira critica corajosa de topar esta parada com a sua brilhante edição do livro “Regina Vater quatro ecologias” onde ela percebe uma coluna vertebral que une todas as minhas ações no campo da arte. Desde adolescente, me interessei sobre o TEMPO e dele se derivaram os meus interesses por nossas raízes Ameríndias e Africanas riquíssimas em metáforas e símbolos para explicar o Cosmos e a vida. E dessas tradições poéticas de sabedoria arcaica eu revitalizei meu amor a natureza. E desde os anos setenta, muito antes da palavra ecologia virar nome comum, eu comecei a ter a natureza como um grande leit motif na minha obra. Lembro-me que quando participei da Bienal de Veneza em 1976 que foi a primeira exposiçãointernacional voltada para o tema do meio ambiente a palavra chave naquele momento era “poluição”. A palavra ecologia eu só a vim a conhecer no inicio dos anos oitenta, através do poeta chileno Nicanor Parra. Meu interesse pela filosofia, poesia e metafísica e a preservação da natureza me direcionaram depois para outras cosmologias como, por exemplo, o budismo tibetano com o qual aprendi e continuo aprendendo muitas verdades de vida.


Da pintura a artista multimídia, como se deu a passagem?
Já em 1968, na época em que eu classifico o meu trabalho como a série “Tropicália” (dei este nome porque Fernando Lobo me convidou a fazer uma pintura para ser usada na capa daquele disco, que foi na impressão substituída pelo Guilherme Araújo por uma capa contendo a foto dos artistas), Bem, já nesta época eu fabriquei várias obras experimentais em três dimensões: umas usando luz, outras que requeriam a manipulação do espectador como a “Mulher Mutante, que hoje eu prefiro intitular de Nadadora” a qual expus na Bienal de São Paulo em 1969. E em 1971. no comecinho da minha série dos Nós, eu a comecei desenhando nós em sacos de super mercado. Esta série, eu posteriormente a fechei desenhando em cima de fotografias, ação que penso ter sido pela primeira vez cometida por mim naquela época em que a foto era considerada objeto sagrado na qual era ultra respeitado o angulo do‘frame’ e a pureza da revelação e a qualidade impecável da luz. Em outras palavras: fotógrafo que transgredia a bíblia sagrada da fotografia não era levado à serio. Mas, antes disto em 1970 antes de me mudar para São Paulo onde vivi quase dez anos eu realizei na praia da Joatinga no Rio a instalação/evento/obra participatória “Magi(o)cean (inspirada em raízes afro-brasileiras) registrada pelo fotografo Sidney Weisman cuja divulgação de suas fotos só podem ser sob pagamento de cada uma, o único registro publicado desta obra só apareceu, uma vez, num catálogo da FAAP Arte novos médios multimeios : Brasil 70/80 reunido por Daisy Peccinini publicado em 1985.


Das suas múltiplas atividades, qual a mais identificada com você?
Em todas me identifico. Não sou vídeo artista, não sou artista de performance, não sou fotografa, não sou desenhista, não sou artista de instalação, não sou pintora, não sou poeta visual, SOU ARTISTA PONTO PARAGRAFO.

A mulher e o homem estão em igualdade de condições no mercado de arte?
Bem, acho que houve grandes avanços, mas talvez seja bom contar o número de artistas mulheres em mostras coletivas para se tirar aprova dos nove.

É possível viver de arte no Brasil?
Creio que isto é privilegio para os que têm um marketing organizado. Eu até hoje, nos meus setenta anos ainda não tive. Só agora, existe uma galeria que se dispôs a realmente a trabalhar com a minha obra. Eu já tive obras em outras galerias, mas tudo foi muito devagar. Por exemplo quando eu fiz uma grande individual no Rio no Oi Futuro da qual resultou o primeiro livro mais compreensivo sobre minha obra “Regina Vater 4 ecologias”assinado por Paula Alzugaray, o galerista que tinha as minhas obras no Rio nunca foi ver a minha mostra e nem convidou os seus clientes para que a vissem. E, além disto, já perdi muitos trabalhos nas mãos de galeristas que se diziam profissionais e que nunca me os devolveram.

Feiras de Arte e Bienais são ainda válidas?
Na industria da arte de hoje em dia elas são as vitrines da arte. E são nelas que Museus e Instituições atualmente descobrem alguns artistas não detectados ainda pelos seus radares. Acho que existe hoje certa preguiça de se fazer visitas a atelier de artista.

Quais são seus planos para o futuro?

Continuar aprendendo, me cultivando, cultivando minhas amizades, meu jardim, cuidando dos meus amores e criando como Matisse, até o final do último suspiro.






Instalação Mar de Rosas, 2005. Estrado de bambu e roupas velhas. Centro Cultural de Diamantina. Foto: Regina Vater.



Serie Cinematics Still Ondas

Série Nature Mortes, 1987-1988.

Série Nature Mortes, 1987-1988. Conchas
Série Eletronics Nature, 1989.

Série Eletronic Nature, 1899.

Yaut in Heavens, 1899.

Yaut in Heavens, 1989.

Primeira vídeo instalação da artisa. Galeria Cândido Mendes Ipanema, RJ. Vide O Dolorido, 1983. Vídeo filmado na comunidade do Cantagalo.

Vídeo instalação Grenn, 1982. Na vitrine da Donnel Library, ramo da National New York Library, East 52 street.
Civilities, 1986. Detalhe de escultura. Austin Texas.

Inomonável, 1999. Escultura instalação. Art Pace Foudation, San Antonio, Texas.
Instalação American Backyard 3, 1985. Realizada na casa da Av. Austin Texas. Foto: Regina Vater.
Yika Tukana, 1989. Instalação feita com Roberto Evangelista na Ikon Gallery, Birmingham, Inglaterra.

Com a Ajuda da Aranha, 1986. Instalação inspirada em mitos amazônicos.

Instalação Verde, 1995. SESC Campestre, SP. Com a colaboração de crianças carentes.
Play Feulagem, 1974. Com a participação de Antonio Pitanga, Paris.
Comigo Ninguém Pode, 1992. Ferformance Zé Celso no Teatro Oficina, SP.
Posta Lixo, 1974. Endereçado ao Zanine, Nova York.
Night Light, 2009.


Poema em Sombras, 1989. Women Studio Workshop, Nova York.



Ovo Cósmico, 1980. Nova York.



Multoslavra, 2003. Instalação poética e interativa, Recife.



Desenho Cinemático, 1981. Fotos da instalação, Galeria Eugenia Cucalon, Nova York.
LuxoLixo, 1974. Desenho usando paper clips para segurar foto em formato de L e lápis de cor.


Comigo Ninguém Pode, 1983. Lápis de cor e Xerox P B.

É Urgente Desatar os Nós, 1973. Desenho, grafite e guache sobre fotos dos nós.


Regina Vater


e-mail: hydie@utexas.edu


Residência:Rua Gomes Carneiro,138 apt 410 – Ipanema Rio de Janeiro
tel: 21 - 94643512


 
1958/1962


Curso de desenho e pintura no atelier de Frank Schaeffer – Rio de Janeiro RJ

1961/1964

Curso de Arquitetura na Faculdade Nacional de Arquitetura, atual FAU/UFRJ – Rio de

Janeiro RJ

1963/1965

Curso de desenho e pintura no atelier de Iberê Camargo – Rio de Janeiro RJ

1973

Curso de silkscreen no Pratt Institute – Nova York (Estados Unidos)

1976

Curso de cinema super-8 na Escola Griffe – São Paulo SP

1982

Curso de vídeo no Downtown Video Community Center – Nova York (Estados Unidos)

1985

Curso de edição em vídeo no Video Community Television, televisão independente de

Austin – Austin (Estados Unidos)

1986/1987

Curso de laboratório fotográfico na Universidade do Texas – Austin (Estados Unidos)

1992

Curso de edição em vídeo em computadores no sistema Amiga, no Video Community

Television – Austin (Estados Unidos)

Exposições Individuais

2014

Stand da Galeria Jaqueline Martins na Firezza Nova York Nova Yorque

2012

Regina Vater as quarto ecologies – Oi Futuro Flamengo – Rio de Janeiro / RJ

ObraDesejo - Regina Vater | | Desejo / Desire | Livestreaming no Internet

2010

Instalação COMIGO NINGUEM PODE montada no VII Seminário do Ensino de

Arte do Estado de Goiás: desafios e possibilidades contemporâneas e o CONFAEB 20 anos, Universidade Federal de Goiás - UFG - FAV - Faculdade de Artes Visuais


2009
Vervê ou Olho da Onça – Centro Cultural Cândido Mendes – Rio de Janeiro / RJ

Gallery 32 – Memory Of Light - City of London, / Reino Unido

2008

“Regina Vater – Cinema de Artista” – Galeria de Arte Maria de Lourdes Mendes de Almeida, da Universidade Cândido Mendes - Ipanema, Rio de Janeiro.


2007
“Cultivare” – Centro Cultural Oduvaldo Vianna Filho - Rio de Janeiro - Brazil

“Desenhospara Instalações” – Galeria Cândido Portinari - Rio de Janeiro - Brazil

2006

Vídeos por Regina Vater - Women &; Their Work Gallery - Austin - Texas

Vídeos por Regina Vater - Casa Suplicy Marici - Curitiba - Paraná

Vídeos por Regina Vater - Art Festival - Diamantina - Minas Gerais

2005

Casa da Cultura de Diamantina - Minas Gerais

2004

“Love-Spaces” - Funarte - Rio em conjunto com a Universidade Estácio de Sá.

“Body/Water” Flatbed - Austin.

2003

Sounds Good, na Book People, Austin, Estados Unidos.

“Shellife/Cascavida", na Women & Their Work Gallery, Austin, Estados Unidos.

Curandeiro”, A Arte como Processo Xamânico, no Museu de Arte Contemporânea do Dragão do Mar, Fortaleza CE
“Aridiane” Alpendre Media Center - Fortaleza Ceará

2000

Centro de Cultura da UFRN, Natal Rio Grande do Norte

1999

ArtPace Foundation, San Antonio (Estados Unidos)

1997

Curandarte, na Women & Their Work Gallery, Austin (Estados Unidos)

"Voices and Visions", Mexic-Arte Museum - Austin – Texas

1995

Comigo Ninguém Pode, na Galeria Sesc Paulista, São Paulo SP.

Retrotempo, no Ibeu Copacabana, Rio de Janeiro RJ.

Retrotempo, no Ibeu Madureira, Rio de Janeiro RJ.

1993

Southeast Museum of Photography, Daytona Beach (Estados Unidos)

Carrington/Gallagher, Ltd. Fine Art, San Antonio (Estados Unidos)

1992

Galeria Paulo Figueiredo, São Paulo SP.

The Donnell Library Center, Nova York, Estados Unidos.

Comigo Ninguém Pode instalado para performance por José Celso Martinez Correa" Teatro Oficina - São Paulo, Brasil.
Solar Grandjean de Montigny Museu Universitário PUC Rio Rio de Janeiro.

1989

Women Studio Workshop, Rosendale, Estados Unidos.

”Ita-Atã - the Force of the Stone” Women & Their Work Gallery, Austin, Estados Unidos.
1986
Blanton Museum, Austin, Estados Unidos.

Comigo Ninguém Pode, no Artist Book Works, Chicago, Estados Unidos.

Artista convidada no simpósio sobre cultura brasileira - Haverford College –Pennsylvania, Estados Unidos.
Museu de Arte Contemporânea de São Paulo

1982

Parallel Window, Chelsea, Nova York (Estados Unidos)

1981

Urbacion - Galeria Album - São Paulo

Eugenia Cucalon Gallery, Nova York (Estados Unidos)

1978

Galeria Arte Global, São Paulo SP

1977

Centro de Arte y Comunicación – CAYC, Buenos Aires, Argentina.

Galeria Arte Multiple, Buenos Aires, Argentina.

Galeria C-Space, Nova York, Estados Unidos.

1976

MAM/RJ, Rio de Janeiro RJ.

Gabinete de Artes Gráficas, São Paulo SP.

Restos da Paisagem, no MAB/Faap, São Paulo SP.

1975

Galeria da Loyola University, Nova Orleans, Estados Unidos.

Tracks and Traces, na Galeria do Bleeker Cinema, Nova York, Estados Unidos.

Centro de Arte y Comunicación – CAYC, Buenos Aires, Argentina.

1974

Galeria Ar-Co, Lisboa, Portugal.

1973

Galeria Grupo-B, Rio de Janeiro, RJ.

Galeria Ars Mobile, São Paulo, SP.

1972

Galeria Delaparra, Rio de Janeiro, RJ.

1968

Petite Galerie, Rio de Janeiro, RJ.

1966

Piccola Galeria, no Instituto Italiano de Cultura, Rio de Janeiro, RJ.

1964

Galeria Alpendre, Rio de Janeiro RJ

Exposições Coletivas

2013

-Ganha o prêmio Honra ao Mérito e Patrimônio 2013 pelo IPHAN/Centro Cultural Paço Imerial/Minc.
-Ganha o prêmio Marcantonio Villaça para doar obras para o Museu de Arte Contemporânea da USP – São Paulo





Rio de Janeiro RJ


Mostra do Mérito e Patrimônio 2013 pelo IPHAN/Centro Cultural Paço Imerial/Minc.no Centro Cultural Paço Imperial




São Paulo SP – participa na SP ARTE através da galeria Jaqueline Martins, São Paulo SP -



"Was ist Kunst? - Mirrors of Production" - Galeria Jaqueline Martins,

São Paulo SP –

Participa na SP-arte/foto/2013 através da Galeria Jaqueline Martins.


São Paulo SP – ExpoProjeção1973-2013 – SESC Pinheiros
















2012


São Paulo SP – “Aberto Fechado” livros de artista – Pinacoteca do Estado


Lisboa (Portugal) - JOHN CAGE 100ANOS Bes ARTE





Retorna para o Brasil


2011


São Paulo SP – ARTERIA X - TIJUANA / Galeria Vermelho


São Paulo SP – “One day it will have to be over” Museu de Arte Contemporânea





(USP)


2010


Londres (Inglaterra) - “Film Screening: Experiment / Bodies / Witness: Artists' Film


and Video from the 1970s” - Camden Arts Centre





Belo Horizonte (MG) - Mostra político-experimental.Cine Humberto Mauro | Palácio

das artes.

Paris, França - VIDÉO BRÉSILIENNE : UN ANTI-PORTRAIT Centre Pompidou.

São Paulo SP – Téckne/ Museu de Arte Brasileira FAAP

Austin, Estados Unidos- “88 show” at Domy Books, in association with Okay Mountain.
2009


Austin, Estados Unidos - A Legacy of Change’ 25th anniversary exhibit on the permanent collection of Mexic-Arte Museum”

São Paulo SP – “Coleções 9,” - Galeria Luisa Strina.





Stuttgart, Alemanha - (Subversive Practices - Art under Conditions of Political



2009


Repression 60s–80s/South America/Europe” - Württembergischer Kunstverein, Stuttgart.


Baltimore (Estados Unidos) - “If I Didn't Care: Generational Artists Discuss Cultural Histories”- Richman Gallery and Davison Lobby, The Park School of Baltimore
























2009


Repression 60s–80s/South America/Europe” - Württembergischer Kunstverein

Stuttgart

Baltimore (Estados Unidos) - “If I Didn't Care: Generational Artists Discuss Cultural





Histories”- Richman Gallery and Davison LobbyThe Park School of Baltimore


2007


Rio de Janeiro RJ - “Mais Precioso que Prata” - Caixa Cultural / Caixa Econômica


Austin (Estados Unidos) - The nation Alliance of Media Arts and Culture (NAMAC) -





annual conference

São Paulo SP - “Anos 70, Arte como questão” – Instituto Tomie Ohtake

Rio de Janeiro RJ - “Pindorama” - video screen - Jardim Botânico

Rio de Janeiro “Filmes de Rio de Janeiro RJ - Artista:Brasil 1960/1970” - Oi Futuro

“World Play” – Austin (Estados Unidos) - Nancy Wilson Scalan Gallery - St,

Stephnes’s Episcopal School

Nova Yourk (Estados Unidos) - “Project Space: The Singer Sucks, but the Band...”

Horton Gallerylower east side

Viena (Áustria) - VIS Vienna Independent Shorts 2007, 59 Seconds Festival


2006


Brasília (DF) “Feminina Arte” no Acervo da Caixa - Caixa Cultural, Galeria Acervo


Caixa





São Paulo SP – “Manobras Radicais” - Centro Cultural do Banco do Brasil- Porto

Alegre RGS - Video Screen - Fundação Vera Chaves Barcellos “Safe Nova York

Estados Unidos - show Kathleen Cullen Gallery – New York


2005


Roma (Itália) - Video Show at the Lantin American Institute in Rome.


São Paulo SP – 15º Festival Internacional de Arte Eletrônica Videobrasil.





Lisboa (Portugal) Poesia Visual Contemporânea - clips de poesia - “publicidade

institutional” da RTP, TV (RTP2) e nos LED da Câmara Municipal


2004


Still Life - Natureza Morta” - organized by the British Council, SESI-SP and MAC


USP, SESI Gallery, São Paulo and Museum of Contemporary Art of Niterói - Rio de





Janeiro


2003


São Paulo SP – "Made In Brasil - A survey on Brazilian Video Art" (Travelling show)


Intituto Itau Cultural





Austin (Estados Unidos) "Difficult Daughters," Projections" video series Blanton

Museum of Art's

São Paulo SP – 40 anos Interfaces Contemporaneas (celebrating the Museum Of

Contemporary Art of the University of Såo Paulo 40th anniversary.

São Paulo SP – Naturezas Mortas, collection of Museum of Modern Art - Espaço

Cultural BM&F

Rio de Janeiro RJ - "ArteFoto", Centro Cultural Banco do Brasil


Ganha a Ordem Nacional do Rio Branco concedida por decreto presidencial


Austin Texas - Ganha a bolsa de Artes da cidade de Austin





2002

Austin, Estados Unidos – cura a mostra Brazilian Visual Poetry com 51 poetas visuais, no Mexic-Arte Museum.



São Paulo SP – Fotografias no Acervo do Museu de Arte Moderna de São Paulo, no MAM/SP.


Rio de Janeiro RJ – Caminhos do Contemporâneo 1952-2002, no Paço Imperial


2001


São Paulo SP - "Photos from the Collection of The Museum Of Modern Art Colonia


(Alemanha) 68 ELF Gallery and Exit Art Cultural Space in Cologne, Germany





Luxemburgo - "Photos from the Collection of The Museum Of Modern Art Of São Paulo" - Kultur Fabrik and Esch-sur-Alxette, Lunxemburg.



2001


São Paulo SP – "Culture in Transit – Brazilian Culture" - Casas Das Rosas Cultural


Space





São Paulo SP – "First Retrospective of Super-8 in Brazil in the 70's" - Itaú Cultural.

Space Cidade do México, México. "Visual Poetry Biennial



2000


Austin (Estados Unidos) – Exposição de Pequeno Formato, na Texas Fine Arts Association,







Nova York (Estados Unidos) – The End: an independent vision of contemporary culture, 1982-2000, na Exit Art.


São Paulo, SP – Arte Conceitual e Conceitualismos: anos 70 no acervo do MAC/USP,

na Galeria de Arte do Sesi Nova York (Estados Unidos) - “The End" - Exit Art - New York.



1999


San Antonio (Estados Unidos) – Mostra do Programa de Artista em Residência da ArtPace Foundation.


Wisconsin (Estados Unidos) – Home Altars: sacred space in the domestic realm, no John Michael Kohler Arts Center.







1998


Santo Antonio (Texas) - Inauguração do Centro Nelson Rockfeller de Arte Latino Americano com a coleção de arte Latino Americano do Museu de Arte de Santo Antonio.



1997


Austin (Estados Unidos) – Voices and Visions, no Mexic-Arte Museum


Austin (Estados Unidos) – Sniper's Nest: art that has lived with Lucy Lippard, na The





University of Texas at Austin. Archer M. Huntington Art Gallery


1996


Austin (Estados Unidos) – Latin American Artists Books, no Mexic-Arte Museum.


Nova York (Estados Unidos) – Ceremony of the Spirit: nature and memory in contemporary latino art, Harlem Studio Museum.





São Paulo SP – Mulheres Artistas no Acervo do MAC, no MAC/USP.

São Paulo SP – Ex Libris/Home Page. Livros de Artistas, no Paço das Artes.


1995


Austin (Estados Unidos) – Ceremony of the Spirit: nature and memory in contemporary latino art, Laguna Gloria Museum.


Brasilia DF – Terra Brasília, no Espaço Cultural 508 Sul





Natal RN - Mostra Nacional de Poesia Visual, na Galeria Conviv'Art/UFRN

São Paulo SP – "Um Abraço Verde" participação especial com Bill Lundberg - SESC Itaquera.


Brasília, DF - O Dia do indio - Museum do Índio.


1994


Austin, Estados Unidos. Rethinking La Malinche, Mexic-Arte Museum Baltimore.


Estados Unidos – Rejoining the Spiritual: the land in contemporary latin american art, Maryland Institute, College of Arts.







1994


Brasília DF - Arte Põe Gráfica, na Gibiteca Espaço Cultural, Fundação Cultural IBAC.


Filadélfia, Estados Unidos – Outside from Within: paper as sculpture, na The University of the Arts. Rosenwald-Woulf Gallery.




New Paltz, Estados Unidos – WSW XX Years – A Retrospective, na State University of New York at New Paltz
São Francisco (Estados Unidos) - Brazil by Brazilians, no Center of the Arts

São Paulo SP – Bienal Brasil Século XX, na Fundação Bienal

São Paulo SP – Festival Internacional de Vídeo – SESC - São Paulo


1993


San Francisco (Estados Unidos) – Ceremony of Spirit: nature and memory in contemporary latino art, The Mexican Museum.


Washington (Estados Unidos) – Ultramodern: the art of contemporary Brazil, no The National Museum of Women in the Arts,





Austin, Estados Unidos "Intimate Lives", Women & Their Work Gallery. Mostra itinerante.


Carolina do Sul (Estados Unidos) - VII Latin American Film Festival - University of The South Carolina and Duke University

-



Austin Texas - Ganha o prêmio para vídeo da TV Alternativa de Austin Texas para


ACTV Best of ACTV Programming


-Ganha a bolsa para vídeo Travel Grants Pilot From the Arts International do





National Endownment

1992


Antuérpia, Bélgica – America, the Bride of the Sun, no Koninklijk National Royal Museum.







Austin (Estados Unidos) – Installation, no Mexic-Arte Museum

Minesota (Estados Unidos) – Completing the Circle – Artists Books on the Environment, no Center for Art Books (mostra itinerante)


Rio de Janeiro RJ – Regina Vater e Bill Lundberg, no Solar Grandjean de Montigny

São Paulo SP – Regina Vater e Bill Lunddberg, no MAC/USP

São Paulo SP – Vozes da Diáspora, na Pinacoteca do Estado

São Paulo SP – Linguagem dos Minerais, na Galeria Miriam Mamber

Austin (Estados Unidos) "Installations" - Mexi-Arte Museum


1991


Atlanta (Estados Unidos) – The Revered Earth, no Nexus Contemporary Arts Center


San Antonio (Estados Unidos) – The Revered Earth, na Blue Star Gallery


1991


San Diego (Estados Unidos) – Latin American Drawings Today, San Diego Museum of


Art





San Diego (Estados Unidos) – Counter-Colonialism, no Centro Cultural de la Raza

Tucson (Estados Unidos) – The Revered Earth, na Dinnerware Artists Cooperative


Austin Texas Ganha o premio para vídeo - "My own Home Town" da prefeitura


1990


Birmingham (Inglaterra) – Transcontinental, na Ikon Gallery


Manchester (Inglaterra) - Transcontinental - Corner House





El Paso (Estados Unidos) – 1st Texas Triennial Exhibition. Instalação de Regina Vater

e Bill Lundberg, no Bridge Center for Contemporary Art

Houston (Estados Unidos) – The Revered Earth, no Museu de Arte Contemporânea

Manchester (Inglaterra) – Transcontinental, na Corner House Gallery


1990


Massachusets (Estados Unidos) – Poetics of Presence, na SMU Gallery, Southeastern


Massachusets University





Nova York (Estados Unidos) – The Revered Earth, no Pratt Institute

Austin (Estados Unidos) Trance Medial show', Franklin Federal Plaza Alternative

Space

Austin Texas - Outcry- Artists Respond To Aids -Atrium Gallery - St. Edwards

University

Universidade Federal da Paraíba – Mostra de poesia visual e experimental no X


1990





São Paulo, SP – Arte Conceitual e Conceitualismos: anos 70 no acervo do MAC/USP, congresso brasileiro de critica e teoria literária e IX Seminário internacional de Semiotica e Literatura










Houston, Texas - The Revered Earth - The Contemporary Arts Museum

Nova York (Estados Unidos) Brooklyn - New York - The Revered Earth - Pratt Institute.


Austin Texas – apresentação solo de vídeo no Symposium Oswald de Andrade no Departamento de Português da Universidade do Texas




1989


Nova York (Estados Unidos) – Here and There: travels part 2, no The Institute for Contemporary Art. The Clocktower Gallery


Ohio (Estados Unidos) – The Video Medium: an overview, no Geoffrey Taber Gallery.





Dallas Texas - Texas show at Dallas Vídeo Festival - Dallas Museum of Art


Ganha a bolsa para vídeo – GPIA do Programa para Artistas interdiciplinares


Southwest Alternate Media Project – Houston Texas





1988


Los Angeles – Califórnia escreve "Ecological Art is Alive and Well in Latin America,"


publicada no numero de Fevereiro da revista de artes High Performance onde





escreve sobre Bene Fonteles Br, Luis Dias Guatemala.


Austin (Estados Unidos) – A Different Place, no Laguna Gloria Museum


Austin (Estados Unidos) – Latin American Drawings from the Barbara Duncan


1988


Collection, na The University of Texas at Austin. Archer M. Huntington Art Gallery


Houston (Estados Unidos) – 1st Texas Triennial, no Contemporary Arts Museum





Kansas (Estados Unidos) – Current Works, na Leedy-Voulkos Gallery Nova Orleans

(Estados Unidos) – Latin American Artists of the Southeast Costal Region, mostra

itinerante organizada pelo Contemporary Arts Center of New Orleans

Nova York (Estados Unidos) – The Debt, na Exit Art Gallery

São Paulo SP – Civilidades da Selva: mitos e iconografias indígenas, no


1987


Austin, Texas - Latin American Artists in New York since 1970, Huntington Gallery


São Paulo - Palavra Imagica, Museu de Arte Contemporânea





Santo Antonio - Texas - Texas Sculpture Symposium -

Austin, Texas - The Experimental Salon - St. Edwards University e Mexic-Arte


1986


Rio de Janeiro International Film and Television Festival,


New York - New York - Transculture - Transmedia - Exit Art,


1985


Nova York (Estados Unidos) – Collaborations, no Alternative Museum


Nova York (Estados Unidos New Wilderness Summer Solstice Celebration - Central





Park


1985


São Paulo SP – Artes Novos Meios/Multimeios - Brasil 1970-1980, MAB/Faap


Austin (Estados Unidos) – Latin American Artists Living in New York since 1970, no





Blanton Museum

Cuiabá MT – Artistas pela Natureza, na Casa de Cultura


1985


São Paulo SP – Palavra Imágica, no MAC/USP


São Paulo SP – Foto/Idéia, no MAC/USP


-Ganha a bolsa para vídeo – New Jersey Council for the Arts Fellowship


-Ganha menção honrosa para vídeo – do American Film Institute Califórnia


1984


Lexigton, Nova York (Estados Unidos) –cura a mostra "Latin American





Visual Thinking" Art Awareness Gallery com participação de Anna Bella Geiger, Paop Colo, Ana Mendieta, Catalina Parra, Cecília Vicuna, Liliana Porter, Juan Downey, Alfredo Jaar, Maria Carmen Albernaz e outros.

Los Angeles (Estados Unidos) – AQUI, na Fisher Gallery - University of South Califórnia.


Nova York (Estados Unidos) – Carnival Knowledge, Franklin Furnance

Nova York (Estados Unidos) – Message and Metaphor, no Art Awareness Gallery





Montbeliard França - Festival Internacional de Video de Montbeliard
Nova York - Carnival Knowledge - Franklin Furnance


1983


Nova York (Estados Unidos) – Edita o vol.III # 2 da revista Art, Flue Franklin


Furnance Archives (primeira revista de arte publicada nos Estados unidos sobre Arte Latino Americana experimental) com particpação de Lygia Clark, Roberto Evangelista, Regina Silveira, Guilhermo Padin, entre outros.





Nova York (Estados Unidos) Organiza e cria A Celebration for GO(o)D TIME, Central Park com a participação de Alison Knowles, Antoni Miralda, Catalina Parra entre outros.




Carolina do Norte, Estados Unidos – Traditions and Configurations, na Wake Forest University.







Nova York, Estados Unidos – Artist's Books Show, Franklin Furnance.

Nova York, Estados Unidos – Multiples by Latin-American Artists, Franklin Furnance.

Nova York (Estados Unidos) – Hispanic Achievement, na Equitable Gallery

Nova York (Estados Unidos) – Film as Installation, na galeria do Clock Tower, do P. S.1 Contemporary Art Center.

P.S.1 Contemporary Art Center

Nova York (Estados Unidos) – 5th Annual Artists as Filmakers, na Air Gallery

São Paulo SP – A Seqüência na Fotografia, na Arco Arte Contemporânea

Nova York - A Celebration for GO(o)D TIME, Central Park


1982


Nova York (Estados Unidos) – cura amostra de fotografia Spirits of Brazil,





na Janapa Photography Gallery

Nova York (Estados Unidos) Cura a Mostra de Super-8 Brasileiro para o

cinema Millenium com a participação de Paulo Bruski e Ana Maria Maiolino


Penápolis SP – 5º Salão de Artes Plásticas da Noroeste. 1º Encontro Nacional dos


Gravadores, na Fundação Educacional de Penápolis. Faculdade de Filosofia, Ciências





e Letras de Penápolis

Zwolle (Holanda) – A White Sheet of Paper, na Zwolle Public Library

Nova York (Estados Unidos) – Ikon Logos, no Alternative Museum


1982


Nova York (Estados Unidos) – Latin American Woman Artists, na Soho 20 Gallery e


no Bronx Museum


1982


Nova York (Estados Unidos) – Schemes: a decade of installation drawings, na Elise


Meyer Inc





Nova York (Estados Unidos) - Copy Cat Show, Franklin Furnance

Nova York (Estados Unidos) - Heat Wave – Octopus - El Museo del Barrio

Nova York (Estados Unidos) - First International Performance Cycle - Center for

Inter-American Relations


Ganha menção honrosa para Filme Super-8 – do Ann Harbor Film Festival Michigan


São Paulo SP – 16º Bienal Internacional de São Paulo. Cinema de artista, na





Fundação Bienal

1981


Nova York (Estados Unidos) - “Latin American Women Artists” - Soho 20 Gallery


Nova Nova York (Estados Unidos) - Ikon-Logos, Alternative Museum





Nova York (Estados Unidos) - Monologus, Henry Street

Settlement

Bruxelas, Bélgica - Mur des Communications, Patio 1 U - Cité de la Radio -

Television


1981


Bruxelas, Bélgica - Mettallic A. International Graffitti Mail Art - Salon D'Art


Recife Pernambuco – Mostra de Outdoors





São Paulo (São Paulo) - Cinema de Artista - Bienal de São Paulo


1980









,


Nova York (Estados Unidos) – On the Shelf, na 14 Sculptors Gallery


Nova York (Estados Unidos) Festival of Avant-Garde Annual





Nova York (Estados Unidos) Eugenia Cucalón Gallery - New York


Ganha a Guggenheim Foundation Fellowship


1979





Nova York (Estados Unidos) – cura a mostra Contemporary Brazilian

Works on Paper: 49 artists, na Nobé Gallery


Bialystock (Polônia) – Other Child Books, na Znak Gallery


Buenos Aires (Argentina) – 1ª Trienal Latinoamericana del Grabado, nas Salas





Nacionales de Exposición

Mendonza (Argentina) – 1ª Trienal Latino-americana del Grabado, no Museo de Arte

Moderno

São Paulo SP – Multimídia Internacional, na ECA/USP


1979


São Paulo SP – Cooperativa dos Artistas plásticos, na Pinacoteca do Estado


Barcelona (Espanha)- Fiesta de la Lettra


1978


Nova York (Estados Unidos) – Eight Assemblies, no Pratt Institute


Nova York (Estados Unidos) – Annual Group Show, na Nobè Gallery





Providence (Estados Unidos) – POT TV, na Amy Arts Center

São Paulo SP – Poucos e Raros, no Masp

São Paulo SP – O Objeto na Arte: Brasil anos 60, no MAB/Faap

São Paulo SP – 1º Encontro Internacional de Videoarte de São Paulo, no MIS/SP

São Paulo SP –"Poeticas Visuais" – Museu de Arte Contemporânea

MITOS VADIOS – Rua Augusta Sao Paulo


1977


Miami (Estados Unidos) – Recent Latin American Drawing in 1969-1976: lines of


vision





Nova York (Estados Unidos) – Recent Latin American Drawing in 1969-1976: lines of

vision

Austin (Estados Unidos) – Recent Latin American Drawing in 1969-1976:

lines of vision, na The University of Texas at Austin. Archer M. Huntington Art Gallery

Barcelona (Espanha) – Latin-America 76, na Fundació Joan Miró

Costa Rica - La Decada de 70, na Universidad de Costa Rica

Little Rock (Estados Unidos) – Recent Latin American Drawing in 1969-1976: lines of

vision

São Paulo SP – 14ª Bienal Internacional de São Paulo, na Fundação Bienal

São Paulo SP – Poéticas Visuais, no MAC/USP


1976


Antuérpia (Bélgica) – Fifth International Open Encounter on Video, no International


Cultural Centrun





Buenos Aires (Argentina) – 20 Artistas Brasileños - Centro de Arte y Comunicación


1976


Kassel (Alemanha) – Coletiva, na Bickard Botinelli Gallery


Montecatini (Itália) – Coletiva, no Spazio Alternative 2





São Paulo SP – Aquisições e Doações Recentes, no MAC/USP

São Paulo SP – 2º Multimedia, no MAC/USP


Veneza (Itália) – 38ª Bienal de Veneza


São Paulo SP – Bienal Nacional 76, na Fundação Bienal - artista convidada





1975


Buenos Aires (Argentina) – Fourth International Open Encounter on Video, no Centro


de Arte y Comunicación – CAYC





Buenos Aires (Argentina) – The Last International Exhibition of Mail Art? 75

Lund (Suécia) – Graphicien du Rio de la Plata, na Galaerie S. T. Petri – Institute of

Art History of the University of Lund

Nova York (Estados Unidos) – First Post Card Show, na New York University

Rockford (Estados Unidos) – Exposição de Arte Conceitual, no Burpee Art Museum

Filadelfia (Estados Unidos) International Competitive Show - Filadelfia Print Club

Lima - Peru – mostra coletiva de acervo - Trapezio Gallery

São Paulo SP – Bienal Nacional de São Paulo


Paris (França)Ganha um prêmio de incentivo para as Artes da Prefeitura


1974


Londres (Inglaterra) – Coletiva, no Artist Meeting Place


São Paulo SP – 8º Jovem Arte Contemporânea, no MAC/USP





Paris (França) - L'Oeil du Boeuf Gallery


1973


Belo Horizonte MG – 5º Salão Nacional de Arte Contemporânea, no MAP


São Paulo SP – 5º Panorama de Arte Atual Brasileira, no MAM/SP


1972


Rio de Janeiro RJ – 21º Salão Nacional de Arte Moderna – prêmio viagem





ao estrangeiro


Rio de Janeiro RJ – 20º Salão Nacional de Arte Moderna - prêmio viagem ao país


1970


Rio de Janeiro RJ – Coletiva, na Galeria do IBEU


Rio de Janeiro RJ – 19º Salão Nacional de Arte Moderna, no MAM/RJ





São Paulo SP – Jovem Desenho Contemporâneo, no MAC/USP


1969


-Rio de Janeiro RJ – 18º Salão Nacional de Arte Moderna – prêmio de





viagem ao Brasil

-São Paulo SP – 10ª Bienal Internacional de São Paulo, na Fundação

Bienal

1968


Campinas SP – 4º Salão de Arte Contemporânea de Campinas, no MACC


Rio de Janeiro RJ – 17º Salão Nacional de Arte Moderna, no MAM/RJ





Bruxelas (Bélgica) - Coletiva organizada pelo Itamaraty- Defacquz Gallery

Edimbugo (Escócia) - Coletiva organizada pelo Itamaraty - Damarco Gallery

São Salvador (São Salvador) - Coletiva organizada pelo Itamaraty

Cidade do México (México) - Coletiva organizada pelo Itamaraty


1968


Manágua (Guatemala) - Coletiva organizada pelo Itamaraty


Ganha um premio de aquisição da Petite Galerie – Rio de Janeiro


Lima (Peru) – Bienal de Lima





1967


Rio de Janeiro RJ – Representantes do Brasil na Bienal dos Jovens de Paris, na


Galeria Bonino


Rio de Janeiro RJ – Salão da Pintura Jovem, na Piccola Galeria - prêmio de desenho


Rio de Janeiro RJ – Salão das Caixas, na Petite Galerie - prêmio aquisição





Rio de Janeiro RJ – Salão Nacional da Pintura Jovem - primeiro prêmio

Petrópolis RJ – 1º Salão Nacional de Pintura Jovem, no Hotel Quitandinha premiada

Rio de Janeiro RJ – 16º Salão Nacional de Arte Moderna - isenção de júri Ouro Preto

MG – 1º Salão Nacional do Desenho Brasileiro - 1º prêmio

desenho

Campinas SP – 3º Salão de Arte Contemporânea de Campinas, no MAC/Campinas

prêmio aquisição

Paris (França) – 5ª Bienal dos Jovens


Rio de Janeiro RJ – 3º O Rosto e a Obra, na Galeria Ibeu Copacabana


São Paulo SP – 9ª Bienal Internacional de São Paulo, na Fundação Bienal


1966


Belo Horizonte MG – 21º Salão de Belas Artes da Cidade de Belo Horizonte, no MAP


Brasília DF – 3º Salão de Arte Moderna do Distrito Federal


1966


Rio de Janeiro RJ – 15º Salão Nacional de Arte Moderna


Rio de Janeiro RJ – 1º Salão de Abril, no MAM/RJ





Rio de Janeiro RJ – Salão Air France, no MAM/RJ


Salvador BA – 1ª Bienal Nacional de Artes Plásticas


1963


Rio de Janeiro RJ – 12º Salão Nacional de Arte Moderna


Rio de Janeiro RJ – 14º Salão Nacional de Arte Moderna, no MAM/RJ





Rio de Janeiro RJ – Semana de Arte Contemporânea, na PUC/RJ


1961


Rio de Janeiro RJ – Salão dos Novos da Petite Galerie, no Copacabana Palace


São Paulo SP – Mostra 11 do Rio, no Masp


Palestras


2009


25th anniversary exhibit on the permanent collection of Mexic-Arte Museum” Austin


Texas





Brazilian Embassy in London on the occasion of the show “Memory of Ligth” Gallery

32 London - England

Galeria de Arte Maria de Lourdes Mendes de Almeida, da Universidade Cândido

Mendes - Ipanema


2008


My work with Super-8 and video - Galeria de Arte Maria de Lourdes Mendes de


Almeida, da Universidade Cândido Mendes - Ipanema


2007


Centro Cultural oduvaldo Vianna Filho - Rio de Janeiro


Capacete Space - Rio de Janeiro





Transmedia (Bill Lundberg class) Art Department,University of Texas at Austin

“Recorte Cultural” TV programa de Michel Melamed for TVBRASIL


2006


Centro Cultural oduvaldo Vianna Filho - Rio de Janeiro


Casa de Cultura Suplicy Marici - Curitiba - Paraná





Santander Cultural - Porto Alegre - Rio grande do Sul


2005


UFRJ - Federal University of Rio de Janeiro - Department of Visual Arts.


Department of Art - Graduated Students UERJ - State University of Rio de Janeiro





Galeria Artur Fidalgo - Rio de Janeiro


2004


FUNARTE (National Foundation for the Arts In Brazil) - Rio de Janeiro


2003


Museu de Belas Artes - Rio de Janeiro


Atelier Rio Comprido - Rio de Janeiro





Universidade Federal de Pernambuco

Dragão do Mar - Fortaleza - Brasil


2003


Austin - On Video - Women And Their Work Gallery, Austin Texas


2002


Transmedia (Bill Lundberg class) Art Department,University of Texas at Austino of


Texas at Austin


2001


Transmedia (Bill Lundberg class) Art Department, University


Video Art (Bill Lundberg class) Art Department - University of Texas at Austin





Universidade Federal do Rio Grande do Norte - Natal


2001


Hamilton College - New York


Noon Gallery Talk at the Blanton Museum - Austin


2000


Installation workshop - Rio Grande do Norte - Natal - Brasil


Escola de Arte Visuais do Parque Lage - Rio de Janeiro


1999


University of California at Sea Side - Monterrey


1997


Mexic-Arte Museum - Austin


1996


Mexic-Arte Museum - Austin


1995


Universidade Estácio de Sá - Rio de Janeiro


SESC Itaquera - São Paulo - São Paulo





SESC Paulista - São Paulo - São Paulo


1994


Mexic-Arte Museum - Austin


1993


San Antonio Museum of Art, San Antonio - Texas


Daytona Beach Community College





Escola De Belas Artes, Parque Lage - Rio de Janeiro

FUNIARTE, Niterói, Brazil

Transmedia (Suzan Whyne Class) Art Department University of Texas at Austin

Interview for National Public Radio - Orlando, Florida


1992


Museum Nacional de Belas Artes, Rio de Janeiro Brazil


College of Art Association Conference - Chicago


1990


Transmedia (Bill Lundberg class) Art Department - University of Texas at Austin


Dartmouth Arts Lottery Council - Dartmouth, Massachusetts.





El Paso. Art Department of The University of Texas at El Paso

Ikon Gallery - Birmingham, England


1989


Women Studio Workshop, Rosendale - New York


Transmedia (Bill Lundberg class) Art Department,University of Texas at Austin


1988


Instituto de Belas Artes, Parque Lage - Rio de Janeiro


Museum of Contemporary Art - University of São Paulo





Artists Book Works - Chicago


1988


Haverford College - Pennsylvania


1987


University of Akron - Ohio


1986


University of Texas at Austin - Institute of Latin American Studies


1985


Interview in the Radio Program "Horizontes," University of Texas Radio Station


Candido Mendes University -, Rio de Janeiro





University of Texas at Austin, School of Fine Arts, Department of Art History

University of Mato Grosso, Department of Philosophy - Cuiabá Mato Grosso, Brazil


1977


City Hall, Manaus - Amazônia

Instituto de Belas Artes, Parque Lage - Rio de Janeiro

Nenhum comentário:

Maurizio Cattelan

Maurizio Cattelan
Now