domingo, 13 de abril de 2014

Imagem Semanal Jó

Com a colaboração de Alice Rosa.
e




Nasceram-lhe sete filhos e três filhas (Jó 1, 2). Possuía ele sete mil ovelhas, três mil camelos, quinhentas juntas de bois e quinhentas jumentas, tendo também muitos servos; de modo que este homem era o maior de todos os do Oriente (Jó 1, 3).

Chegado o dia em que os filhos de Deus vieram apresentar-se perante o Senhor, veio também Satanás entre eles. Disse o Senhor a Satanás: "Notaste porventura o meu servo Jó? Porque ninguém há na terra semelhante a ele, homem íntegro e reto, que teme a Deus, e se desvia do mal?" (Jó 1, 6,8). Satanás, entretanto, desafia a integridade de Jó, e então Deus permite que Satanás interfira na vida de Jó, resultando na tragédia de Jó: a perda instantânea de seus bens, de seus filhos e de sua saúde.

Jó, porém, não blasfemou contra Deus, mas, ao invés disso, ele se levantou, rasgou o seu manto, rapou a sua cabeça e, lançando-se em terra, adorou ao Senhor; e disse: "Nu saí do ventre da minha mãe, e nu tornarei para lá. Deus me deu, e Deus tirou; bendito seja o nome do Senhor" (Jó 1, 20-21).

Deus permitiu que Satanás ferisse Jó de úlceras malignas, desde a planta do pé até o alto da cabeça. (Jó 2, 7)

Após a narração desses fatos, sucederam debates entre Jó e seus amigos (Elifaz, Bildade e Sofar) sobre a grandeza dos propósitos da divindade e sobre os mistérios da vida humana e sua culpabilidade. Ao final, Deus aparece a eles e os repreende, e Jó fala: "Antes eu Te conhecia de ouvir falar, mas agora meus olhos Te veem".
E Deus virou a situação de Jó, enquanto ele orava pelos seus amigos, e o Senhor devolveu a Jó em dobro  tudo quanto antes possuía de bens materiais, além de vir a ter outros sete filhos e três filhas, as quais vieram a ser consideradas como as mais belas da época. E quanto a Jó, ele viveu cento e quarenta anos, e morreu velho e farto de dias. Wikipédia.


Autor desconhecido Scenes from the Life of Job. Holanda.


Jean Fouquet (1420-1481) Job and his False Conforts, 1452-1460. Musée Conde Chantilly.




Albrecht Dürer (1471-1528) Job on Dunghill, with his Wife, 1505. Städel Museum, Frankfurt.






Hendrick Goltzius (1558-1617) Job on Distress, 1616. Albert Bierstad Museum.



Gerard Seghers (1591-1651) The Patient Job, 1629. Náradní Galerie, Praga.





Jan Livins (1607-!674) Job, 1631. National Gallery of Canada, Otawa.



Jusepe Ribera (1591-1652) Job Berated by his Wife, 1632. Coleção particular.




Domenico Piola (1627-1703) Job and his Children, 1650. Bilbao of Fine Arts Museum.


Willian Blake (1757-1829) God Answers Job, 1804. National Gallery of Scotland.


Ilya Replin (1884-1930) Job and his Friends, 1869. Hermitage Museum, São Petersburgo.



Léon Bonnat (1833-1922) Job, 1880. Coleção particular.


Sir William Orpen Ra Rha (1878-1931) Job, 1905. Coleção particular.



Nenhum comentário:

Maurizio Cattelan

Maurizio Cattelan
Now