domingo, 23 de março de 2014

Imagem Semanal Tristão e Isolda


Tristão era cavaleiro a serviço de seu tio, o rei Marcos da Cornualha. Foi escolhido por ele para buscar a noiva de seu tio Isolda, na Irlanda. Na volta, Tristão e Isolda inadvertidamente, beberam a porção mágica do amor, destinado a Marcos e a ela. Tristão e Isolda ficaram loucamente apaixonados, mas mesmo assim a bela Isolda casou-se com o rei e continuou a manter seus encontros com o amado. O fato causou grande escândalo na côrte. Tristão foi expulso e casou-se com outra Isolda, princesa da Bretanha. Quando Tristão foi mortalmente ferido, pediu para chamar a sua amada Isolda. Sua mulher diz a ele que ela não virá. Tristão entregou-se e  morreu. Quando Isolda chega e vê seu querido amor morto, morreu de tristeza. Trata-se de uma lenda medieval de origem celta. Ela tem várias versões e serviu de tema para a ópera de Wagner.



William Morris (1834-1896) La Belle Iseult, 1858. Tate Gallery, Londres.


Ford Madox Brown (1821-1893)  The Death of Tristan, 1864.


August Spies (1841-1923) Tristan And Isold, 1881. 


Edward Burne Jones (1833-1898) Amour au Millieu des Ruines, 1894. Wightwick Manor, National Trustee.




Herbert James Drapper (1863-1920) Tristan and Isold, 1901



Marianne Stokes (1855-1927) The Death of Tristan, 1902


Rogelio de Egusquiza (1845-1915) La Mort de Trstan et Isold, 1910.



John William Waterhouse (1849-1917) Tristan and Isolde, 1911. Whitford and Hughes.



John Duncan (1866-1945) Tristan Sharing the Love Potion with Isolde, 1912. Edinburg Museuns and Art Galleries.


Salvador Dali (1904-1989)  Tristan and Isold, 1944. Coleção particular.



Bill Viola (1951-) Tristan and Isold Still of vídeo para a ópera Tristão e Isolda

Nenhum comentário:

Maurizio Cattelan

Maurizio Cattelan
Now