quarta-feira, 13 de março de 2013

Vicente do Rego Monteiro









Livro resgata a produção de Vicente do Rego Monteiro dos anos 60


A Jo Slaviero & Guedes Galeria de Arte lança o livro “Vicente do Rego Monteiro – um olhar sobre a década de 60”, de autoria de Jacob Klintowitz, focado no período de produção do artista plástico recifense em seu retorno definitivo ao Brasil, após longo período entre sua terra-natal e a Europa.

O livro, idealizado por Carlos Ranulpho, marchand e amigo do artista, abrange os temas recorrentes nas obras de Monteiro, tais como mitologia, civilizações do passado, mitos básicos da criação do mundo e do homem e ritos de iniciação, imagens oriundas de sua imaginação, psiquismo e bagagem cultural, num relato que mostra suas motivações, método de trabalho, processo criativo, aspirações, andanças e diálogo visual com artistas importantes da nossa época.

“Vicente do Rego Monteiro – um olhar sobre a década de 60” tem uma cronologia rigorosa da vida pessoal e artística de Monteiro feita pelo historiador e jornalista pernambucano Leonardo Dantas, além de entrevistas com Carlos Ranulpho, Crisólita Pontual, esposa brasileira de Vicente do Rego Monteiro, e Fernando Barreto, amigo e colega de magistério, editadas por Jacob Klintowitz. O livro faz ainda análise individual de diversas obras do artista, com enfoque na origem conceitual e psíquica de cada uma delas e suas relações com a arte contemporânea, com a ciência atual, com a mitologia e a antropologia.

Além de traçar a trajetória produtiva de sua pintura nos anos 60, o livro apresenta ainda as relações do artista com a sociedade brasileira da época, mostrando sua reentrada em nosso mundo e destacando os críticos que na época entenderam seu trabalho e trataram de explicá-lo ao país, criando oportunidades para que a sua obra fosse vista, tais como Pietro Maria Bardi, diretor do MASP, e Walmir Ayala, crítico de arte do Jornal do Brasil. O esforço posterior do historiador e critico Mario Zanini, tão importante para o reconhecimento do artista, também é citado pelo autor.

Embora Vicente do Rego Monteiro tenha iniciado carreira na primeira década do século XX, tendo inclusive participado da Semana de Arte Moderna de 1922, em São Paulo, Jacob Klintowitz optou por escrever sobre sua carreira nos anos 60. “Preferi a sua fase após a volta ao Brasil. A menos conhecida”, diz o autor. “Foi fascinante me debruçar sobre este criador. Ele trata dos temas que me interessam: o cosmo, a ligação do homem com a energia, os mitos de iniciação, o Atanor alquímico, os símbolos de origem e de maternidade, Eros como ligação de opostos...”.

Ainda sobre a fase escolhida para o livro, Carlos Ranulpho afirma: “Eu sinto como uma obrigação pessoal, um tributo ao artista e amigo, resgatar esta produção pictórica magnífica. É um patrimônio cultural de nosso país e é importante que as novas gerações tomem contato com a obra deste artista e com esta fase ainda pouco divulgada”.

Jo Slaviero, sócia da galeria onde ocorre o lançamento do livro, destaca a importância de Vicente do Rego Monteiro para a arte no Brasil e no mundo: “Sua pintura construtivista explorava as formas arredondadas carregadas de luz e sombra. Sabia com ninguém utilizar uma leveza cromática que dava às figuras, um relevo bidimensional”.

“Este livro fica marcado pelo rigor histórico e estético e por uma atmosfera poética e afetiva, exatamente como era o nosso Vicente do Rego Monteiro e a sua arte”, completa Carlos Ranulpho. Aproveitando o lançamento do livro, a Jo Slaviero & Guedes Galaria de Arte realiza uma exposição de obras de Vicente do Rego Monteiro.



Evento                       Jacob Klintowitz – “Vicente do Rego Monteiro – um olhar sobre a década de 60”

Lançamento               19 de março de 2013 – terça-feira – das 19h às 22h

Local                          Jo Slaviero & Guedes Galeria de Arte www.joslavieroeguedes.com.br

Alameda Gabriel Monteiro da Silva, 2074, Jardim Paulistano – São Paulo

Tel. (11) 3069-9856

Horário                       segunda a sexta das 10h às 19h, sábado das 10h às 16h


Sobre o livro “Vicente do Rego Monteiro – um olhar sobre a década de 60”

  • Autor – Jacob Klintowitz
  • Editora – Ranulpho Galeria de Arte
  • Páginas – 232
  • Dimensão – 30 x 26 cm (fechado); 30 x 52 cm (aberto)
  • Preço – R$ 100,00 (no lançamento); R$ 150,00 (após)



Ass. Imprensa - Balady Comunicação - Silvia Balady/ Bruno Palma

                           Tel.: (11) 3814.3382 – contato@balady.com.br


 




 

Nenhum comentário:

Maurizio Cattelan

Maurizio Cattelan
Now