domingo, 27 de janeiro de 2013

Imagem Semanal Instrumentos Musicais



Os instrumentos musicais são representados com frequência na arte. Alguns museus tem coleção dos próprios instrumentos como objeto de arte.


Goto Teijo (1603-1673) Era filho de Keijo importante artista japonês, que criou a Goto School e por 500 anos produziu inúmeros instrumentos musicais. Koto. Metropolitan Museum of Art, Nova York



Giovanni Antonio Buffo  Importante fabricante de instrumentos musicais localizado em Veneza. Harpischord-Buffo, 1574. Victoria and Albert Museum, Londres.


Hans Memmlling (1430-1494) Nasceu na Alemanha e iniciou sua carreira em Colônia. Mudou-se para Bruges, onde estudou com Rogier van der Weyden. Permaneceu a sua vida nessa cidade, onde morreu. Algel's Musicians, 1480. O painel fez parte de um retábulo desaparecido. Vários anjos são representados com diferentes instrumentos musicais. A referência ao céu está nas nuvens em primeiro plano. Koninkly Museum, Antuérpia.



Jan Steen (1626-1679) Nasceu em Leiden e foi reconhecido artista associando perícia e humor. The Family Concert, 1666. The Art Institute, Chicago. É um exemplo da pintura de gênero, tão admirada pela população holandesa da época. Num ambiente doméstico a família se reúne para tocar seus instrumentos musicais.



Jean-Baptiste-Siméon Chardin (1699-1779). Foi discípulo de Coypel e um dos mais importantes pintores do Barroco. Continuou a tradição holandesa de retratar cenas domésticas. Pintou inúmeras naturezas mortas. Foi membro da Academia de Paris. Musical Instruments and  Basket of Fruits, 1732. Coleção particular. 


Otto Piltz (1846-1910) The Quintet, 1890. Victoria  and Albert Museum, Londres. O artista nasceu em Alested e radicou-se em Munique, onde morreu. Importante pintor de cenas de gênero envolvendo músicos.
 


Pier Paolo Calzolari (1943-) Nasceu em Bologna. Ligou-se ao movimento de Arte Povera italiano. Utiliza em suas obras materiais orgânicos associados a instrumentos tecnológicos. Une Flaute Dolce Per Farm Sonare.


 Rebecca Horn (1943-) Artista contemporânea alemã. Utiliza-se de performance, filmes, instalações, desenhos e fotografias. Em sua fase inicial discutiu a relação do corpo com o espaço por meio de instrumentos especialmente construídos para sua performance. Vive e trabalha em Berlim e Paris. Time Goes By, 1999. Instalação sonora. Coleção particular.

Nenhum comentário:

Maurizio Cattelan

Maurizio Cattelan
Now