quarta-feira, 18 de julho de 2012

Conversando sobre Arte entrevistada Rosane Franco



Rosane Franco é autodidata. Seu meio de expressão é a pintura. A artista vive etrabalha no Rio de Janeiro e é representada pela FaceArt. Obrigado Rosane.

Quem é Rosane Franco?
 Sou natural de Macaé, cresci numa fazenda, estudei no colégio das irmãs salesianas INSG,ainda em Macaé Fiz minha formação acadêmica já no Rio de Janeiro, foi de bacharel em Direito. Mudei para Ipanema em 1979 de onde não mais saí. A família paterna atua em atividade rural a materna em área intelectual.


Como foi sua formação artística?
 A casa da avó materna era um território fértil. Música, poesia, pintura, filosofia e psicanálise fizeram parte de toda vida.


Que artistas influenciam seu pensamento?
 Miró, Basquiat, Shiró, Iberê, Cy towmbly, Picasso, Arcimbold e Anselm Kiefer.


Como você descreve sua obra?
 Minha pintura carrega as cores de minha infância a sensibilidade de minhas experiências e a urgência do meu tempo. O muro, parede caiada, galeria de arte/rua, muito me interessa com suas -inúmeras- camadas. A lona, campo sagrado da pintura, se deixa travestir de muro e me permite imprimir imagens que não pretendem camuflar a urgência, violência, armadilhas e encantos do desejo. Lanço mão do grafite, das colagens, pasteis, óleos e acrílicos sem pudor de misturar nem de priorizar. Os suportes variam da pedra à lona. A cor e a forma querendo namorar!... o mercado para casar!


O que é ser um pintor no século XXI?  
É ter noção de que tudo que você decide ser arte, é arte! Legado de Duchamp; é entender o movimento do mercado. é se perder entre real x virtual.


É possível viver de arte no Brasil?
 Temos pintores que vivem de arte; ainda são exceções, não é nada fácil, mas, sim, é possível, existe o mercado.


O que é necessário para um jovem artista ser representado por uma galeria? 
 Em primeiro lugar tem que ter mercadoria!; acredito que existam caminhos, tais como participar de salões, feiras , concursos e outros movimentos de arte que fazem circular artista/obra; mas, o mais importante, tem que haver interesse do/no mercado.

Além dos estudos sobre arte que outros estímulos influenciam em seu trabalho?
Literatura, cinema e psicanálise.

Você é representada pela galeria digital FaceArt, como é a experiência?
Circular no mundo virtual espalhando e negociando arte é atitude ousada, contemporânea, desconhecida e instigante. gosto de participar desse movimento!

Você tem uma rotina de trabalho?
Sim, disciplina e rotina são essenciais para o processo de lapidação.


O que você pensa sobre os Salões de Arte? Alguma sugestão para aprimorá-los?
 Nenhuma opinião formada, não me interessam tanto.


Quais são seus planos para o futuro? 
 Por meu bloco na rua!

O que você faz nas horas vagas?
 Jogo volley de praia, natação- travessias marítimas... canto e danço!!!







































Nenhum comentário:

Maurizio Cattelan

Maurizio Cattelan
Now