terça-feira, 13 de março de 2012

Conversando sobre Arte Entrevistada Erika Engel Remedi


Erika Engel Remedi artista plástica. Seu trabalho caracteriza-se pela intervenção sobre fotografia. É professora no MUBE, São Paulo de pintura sobre fotografia. A artista vive e trabalha em Osasco, São Paulo. Obrigado Erika.


Érika, conte algo sobre sua vida pessoal.
Nasci em 1971 na cidade de Osasco, São Paulo. Filha de pai advogado e comerciante. Minha mãe florista. Desde minha infância gostava muito de imagnes de livros infantis. Estudei exatas no colégio Fito em Osasco. Aos 18 anos, entrei no curso de Engenharia Química na Faculdade Oswaldo Cruz, São Paulo. Paralelamente sempre via constantemente imagens de livros de arte.

Como a arte entrou na sua vida?
Os livros de arte sempre me acompanharam. Um dia, estava na casa de minha avó e observei as paredes descascadas pelo tempo. Aqueles tons de diferentes cores, os riscos, a textura das paredes e todo conjunto de sobreposição de materiais sugeriam a idéia de imagens ou desenhos. Fotografei e, em seguida  pintei sobre as fotografias. Daí em diante, começei a fazer essas experiências e a estudar artistas que utilizavam a fotografia como suporte.

Qual foi sua formação artística?
Em, 2009, estudei pintura na Faculdade da UNIFIEO, Osasco. Depois, tive aulas com o artista plástico Daniel Acosta no MUBE, São Paulo. Em 2002, fiz o curso de estética na Faculdade de Filosofia da USP. Participei de outros cursos de História da Arte no MAC e no MAE na USP>

Que artistas influenciaram seu pensamento?
São vários, vai desde da arte antiga até a contemporânea. Posso citar: Henri Matisse, Fra Angelico, Rembrandt, John Constable, Gerrit Dou, Cildo Meireles, Anita Mafalti, Portinari, Thomas Farka, Geraldo de Barros, Lorca e Bresson.

Como você descreve sua obra?
Com as pinturas e desenhos realizados sobre as fotografias, eu pesquiso quanto a imagem fotográfica sugere interferências. As imagens fotográficas vêem carregadas de informações e, essas nos sugeren outras possibilidades de criação. Com as de pinturas à óleo pesquiso os céus de imagens da história da arte. Elas são abstratas e abstratas figurativas,

Qual sua opinião sobre as galerias virtuais?
A galeria virtual facilita pela rapidês e acessibilidade ver outras obras e conhecer diferentes artistas. Permite ampliar o olhar, mas é bem diferente de ver uma obra no museu.

Qual sua opinião sobre os Salões de Arte?
É importante participar dos Salões de Arte. isso vai construindo uma trajetória para o artista, tanto na pesquisa como no apoio de exposições e catálagos. A comissão julgadora é importante para construir um olhar sobre a arte no país. Alguns artistas direcionam sua poética sem participar de Salões.

Que exposição você considera a mais significativa?
Todas são muito significativas, mas houve uma muito especial em dezaembro de 2010 na Galeria Emma Thomas em São Paulo.

Você escreve sobre seu trabalho?
Sim, escrevo para entender a poética do trabalho e para dialogar com os alunos.

É possível viver de arte no Brasil? ?
Hoje em dia existe um mercado de arte no Brasil. Estamos com galerias novas e feiras de arte . Para alguns é fácil para outros não. A maioria dos artistas tem suas dificuldades quanto a viver exclusivamente de arte no Brasil.


O que é necessário para ser um ícone nas artes plásticas?
Ser precurssor de uma fas artística e representá-la bem e com perfeição como fizeram Leonardo da Vinci no renascimento, Monet no Impressionismo, Matisse no Fauvismo, Picasso no Cubismo e Andy Wahrol na Pop Arte,

Quais são seus planos para o futuro?
Continuar estudando Arte e viver com saúde.

Gostaria de Acrescentar algo?
Gostei muito de participar dessa entrevista e compartilhar meu pensamento e meu trabalho. Valeu Marcio.




Abstrato, 2005. Acrílca sobre papel fotográfico. 20x30 cm.




Abstrato, 2010 179x200 cm.




Céu, 2009. Óleo sobre tela. 170x200 cm.





Céu, 2008. Óleo sobre tela. 170x200 cm.




Estudo de imagens sobre movimento, 2002. Acrílica sobre fotografia, 20x30 cm.




Infãncia, 2004 Acrílica sobre papel fotográfica 50x60 cm.




Riscos na parede, 2000. Acrílica sobre fotografia. 20x30 cm.


Currículo

Exposições individuais

Livraria do Espaço Unibanco de São Paulo _ Pintura sobre fotografias de cinema, 2007.
Galeria Aliança Francesa Centro, São Paulo _ Pintura sobre fotografias.

Casa de Cultura Branca Leoni, São Paulo _ Desenho a lápis, 2000. 

Exposições coletivas.

Galeria de Arte, João Pessoa, Paraíba. _ Grupo Aluga-se .Pintura sobre fotografia, 2011.

MAC De Jataí _ Grupo Aluga-se.  Pintura sobre fotografias, 2011.

UEL  de Londrina _ Grupo Aluga-se. Pintura sobre fotografias, 2011.

MUBE _ Pintura sobre fotografia, 2011.

Galeria Emma Thomas, São Paulo _ Pintura sobre fotografias, 2009.

Galeria do Centro _ Pintura a óleo sobre tela, 2007.

Ateliê 397, São Paulo, 2006 _ Pintura sobre Fotografia.

Arquivos da Biblioteca do MAM, São Paulo _   Imã Foto Galeria, São Paulo.

Nenhum comentário:

Maurizio Cattelan

Maurizio Cattelan
Now