segunda-feira, 1 de agosto de 2011

Floriano Araujo Teixeira O Pintor Nordestino.



















No fim de semana, li o catálogo, na verdade um livro, que acompanhou o leilão organizada por Soraia Cals do espólio de Jorge Amado. Entre as obras licitadas por Evandro Carneiro estavam algumas do artista Floriano Teixeira de Araujo, até então desconhecido para mim. Gostaria de dividir com os leitores essa bela obra.


Floriano Araujo Teixeira




Floriano Teixeira de Araujo (1923-2000) Nasceu em Cajapió, Maranhão. Estudou desenho com Rubens Damasceno em São Luis e pintura com João Lázaro de Figueredo. Em 1949, participa da fundação do Núcleo Eliseu Visconti. Dois anos depois, em Fortaleza, uniu-se a Antônio Bandeira e Sequeira para fundar o o Grupo dos Independentes. Em 1961, organizou e foi diretor do Museu de Artes da Universidade Federal do Ceará. Por interferência de Jorge Amado e Carybé, transferiu-se para Salvador, onde permaneceu até sua morte. Desenhista, pintor, gravador, cenógrafo, e ilustrador de livros abordava em sua obra os temas sociais e retratos. Foi responsável pela ilustração de Dona Flor e Seus Dois Maridos, A Morte e a Morte de Quincas Berro D'Água e o Menino Grapiúna, Tocaia Grande   de Jorge Amado e A Terra dos Meninos Pelados de Graciliano Ramos.



Tieta do Agreste (1978) Gravura.

                                                                                    

Dona Flor (1975) Gravura.



    
A Infância Roubada (1960) Óleo sobre tela.



   
Mãe-menina.




Cacau (1968) ÓLeo sobre tela.


    
Mulher Sensual   Serigrafia.




Amor Poibido




Rua da Amargura.



Sem título (1969)




O Menino e o Galo.


Fonte: Itaú Cultural
           Coleção Jorge Amado _ Catálogo Sorai Cals e Evandro Carneiro. 1998. 




3 comentários:

Anônimo disse...

nossa adoroo esse artista cada obra fantastica

Anônimo disse...

Tive o privilégio e prazer de conhecer o grande pintor pois morava numa casa vizinha a nossa em Amaralina-Salvador-Ba nos idos 60-70.
Era além de grande artista, uma pessoa muito amável, assim como sua faília.

Ruy José

Unknown disse...

Boa tarde. Sou Silvana Teixeira e gostaria de registrar que a tela intitulada Rua da Amargura não é de Floriano Teixeira e sim do artista plástico, também maranhense chamado Jesus dos Santos.

Maurizio Cattelan

Maurizio Cattelan
Now