sexta-feira, 24 de novembro de 2017

O CACBC Centro de Arte e Cultura Brasil Contemporâneo - 1a. MOSTRA DE ARTE DA CIDADE PARATY - 2017


O CACBC Centro de Arte e Cultura Brasil Contemporâneo CONVIDA os amigos que estiverem em Paraty para um COCKTAIL dia 24 de Novembro (sexta feira), da inauguração da 1a. MOSTRA DE ARTE DA CIDADE PARATY - 2017

Jimmie Duhran









Jimmie Durhan (1940-) Nasceu em Washington, Arkansas. Começou  trabalhando em teatro, realizando performance e escrevendo sobre os direitos civis. Em 1968, estudou na L'École des Beaux-Arts em Genebra. Em 1973, retornou aos Estado Unidos e começou sua luta pelos índios americanos, permanecendo como diretor do International India Treaty Council até 1980. Morava em Nova York e começou a construir esculturas representando os índios norte americanos e afro descendentes. Em 1987, instalou-se no México. Em 1994,  Nesse período, focou na relação entre monumentos e narrativas. Participou das Bienais,  do Whitney, de Gwangju e Veneza e da Documenta de Kassel. É representado pela Sproviere Gallery. Em novembro, retrospectiva no Whitney Museum of American Art, Nova York. Jimmie Durham: At the Center of the World.

Carnivalesque Shark in Venice, 2015.


Yellow Higgs Transmitting Apparatus, 2013. 


This Should Explain, 2012.



The Forest Prime, 2012.


The Forest and Brancusi, 2012


Homage to Luis Buñel, 2012. Museum of Modern Art, Varsóvia.


Murder Weapons, 2012. The M HKA, Antuérpia.

It Shoul Work, 2012.


Still-Life with Stone and Car, 2011



Homage to Luciano Fabro, 2010.


Second Life, 2010.


Some of Theese People are Dead, 2010.


Spring Fever, 2010,


Various Elements from the Actual World, 2009


Brasalt Stone, 2007,



Head, 2006,


 Self-Portrait Pretending to Be a Stone Statue of Myself, 2006.


Ghost in the Machine, 2005. Musée D'Art Moderne de la Ville de Paris.



 Fleur de Pas Mal, 2005. Kurimanzutto, Mexico City.

Do You Love Me, 1988.




Jesus (Es Geht um die Wurst), 1992. Musée d'Art Contemporain, Anvers.



Cortez. The Spanish Conquerer, 1991. Museum Mayer van den Bergh.

Choose Any Three, 1989. Whitiney Museum of American Art, Nova York.


The Cathedral of St John the Divine, 1989. MoMA, Nova York.


Durham Jimmie Footnote, 1982.



Pocahontas' Underwear, 1985.



quinta-feira, 23 de novembro de 2017

Beatriz González







Beatriz González (1938-) Nasceu em Bucaramanga, Colômbia. Graduou-se  em História e Crítica da Arte pela Universidade de Artes dos Andes, Colômbia e estudou na Academia de Artes Visuales (Rijksakademie van Beeldende Kunsten) em Amsterdã. Seu trabalho inclui desenho, pintura, gravura e escultura e seus assuntos prediletos são sobre a história e cultura colombiana, a dor, a violência, a morte e retratos de grandes ídolos da cultura popular como a música e os esportes No início da carreira referia-se aos grandes mestres holandeses. Mais adiante dedicou-se a POP Arte. Participou da Bienal de São Paulo, de Veneza e Documenta de Kassel. Vive e trabalha   em Bucamaranga, Bogotá e Roterdã.



 Los Suicidas Del Sisga 1965.


La Reina Isabel Se Passea por el Puente de Boyala, 1968, Coleção particular.


Ay Jerusalem, 1969.


Encajera in Situ, 1973.


Los reveses de la realeza 1974.


Mi Lucha, 1974.


Salomé, 1974.


Naci en Florencia cuando fue pintado mi retrato (esta frase pronunciada en voz dulce y baja), 1974.


 Mesa-Braque, 1975.



Estudio para decoracion de interiores, 1981

Interior Decoration, 1983. Tate Gallery, Londres.


 Zócalo de la Tragedia, 1983

Asesinada Mujer en Hospedaje, 1985.


La pesca milagrosa, 1992.


Empalizada, 2000.


Cargueros (a), 2009.


Cargueros I, 2001


Cargueros V, 2001


Ceremonia de la Caja, 2010.


Empatia, 2012.

Inundados: Hombre con Colchón, 2013

Carguero. El colchón, Primera Versión, 2014.


Pagamento en la Sierra, 2015.


Boceto del Zulia II, 2015.


Sem título, s.d.






Maurizio Cattelan

Maurizio Cattelan
Now